quinta-feira, 17 de maio de 2018

Ilha dos Cachorros (Isle of Dogs)


País: Alemanha/EUA
Ano: 2018
Gênero: Animação
Duração: 102 min
Direção: Wes Anderson
Elenco: Bryan Cranston, Frances McDormand, Edward Norton, Liev Schreiber, Greta Gerwig, Scarlett Johansson, Jeff Goldblum e F. Murray Abraham.

Sinopse: Atari Kobayashi é um garoto japonês de 12 anos de idade. Ele mora na cidade de Megasaki, sob tutela do corrupto prefeito Kobayashi. O político aprova uma nova lei que proíbe os cachorros de morarem no local, fazendo com que todos os animais sejam enviados a uma ilha vizinha repleta de lixo. Mas o pequeno Atari não aceita se separar do cachorro Spots. Ele convoca os amigos, rouba um jato em miniatura em parte em busca de seu fiel amigo. A aventura vai transformar completamente a vida da cidade.

Crítica: de grande apelo visual, com cenários imensos, diálogos mordazes e personagens cativantes, o diretor expõe uma crítica aos governos autoritários, tiranos e nazifascistas (infelizmente, existentes ainda hoje), por meio da animação, de forma muito criativa.
Um governante autoritário se volta contra uma parcela da população. Com árdua campanha de marketing, convence a maioria do povo que aquela minoria é perigosa e ameaçadora, impura, precisando ser excluída e, em segundo tempo, exterminada. A ciência comprova que não existe ameaça nenhuma, mas a lavagem cerebral supera qualquer constatação dos fatos: o ódio é maior que a razão. Esta poderia ser uma descrição do nazismo e, de fato, também é. Mas, na trama, a população perseguida é a dos cachorros.
E ainda há espaço para abordar, ainda que levemente, a situação dos imigrantes e refugiados de hoje.
O incrível no filme é que, apesar do uso do recurso da animação, nunca se perde a referência à realidade.
É comovente ver os animais lutando para sobreviver no espaço onde são jogados para extermínio e a luta do menino Atari para salvar seu cão. As expressões dos atores que dão vida aos cachorros são incrivelmente convincentes. O olhar comunica e transmite a emoção.
Com exceção de algumas falhas, como a existência de personagens cachorros demais (que confunde um pouco o espectador para identificá-los) e uma linguagem subliminar de que os gatos seriam vilões por serem amigos dos que estão por trás do plano de exterminar os cães, a trama merece aplausos.
Depois dos dois últimos trabalhos de Wes Anderson, Moonrise Kingdom (2012) e O Grande Hotel Budapeste (2013), “Isle of Dogs” é muito bem-vindo e, certamente, agradará o público.

Avaliação: ****

Read more...

RGB


País: EUA
Ano: 2018
Gênero: Documentário
Duração: 98 min
Direção: Julie Cohen e Betsy West
Elenco: Ruth Bader Ginsburg, Jane Ginsburg, James Ginsburg, Clara Spera, Gloria Steinem, Nina Totenberg, Bill Clinton e Aryeh Neier.

Sinopse: o filme traz o perfil de Ruth Bader Ginsburg, uma mulher guerreira que gastou uma parte considerável de sua carreira jurídica defendendo o avanço da igualdade de gênero e dos direitos das mulheres, ganhando múltiplas vitórias argumentando diante da Suprema Corte norte-americana.

Crítica: hoje, com 84 anos, ainda atuante, Ruth Bader Ginsburg (nascida em Nova York, em 1933) é uma Juíza Associada da Suprema Corte dos Estados Unidos. Ginsburg foi indicada para o cargo pelo Presidente Bill Clinton e foi empossada em 10 de agosto de 1993. Depois de Sandra Day O'Connor, foi a segunda mulher a ser confirmada pelo Senado para servir na Suprema Corte. Após a aposentadoria de O'Connor em 2006, e antes da Juíza Sonia Sotomayor se juntar ao tribunal em 2009, Ginsburg era a única mulher a atuar como Juíza Associada. Durante este período, tornou-se mais contundente em suas opiniões dissidentes. Ginsburg geralmente é vista como pertencente à ala liberal da Corte.
Foi professora da Faculdade de Direito de Rutgers e da Faculdade de Direito de Columbia, ensinando processos civis; era uma das poucas mulheres que trabalhavam neste campo. Advogou voluntariamente para a União Americana pelas Liberdades Civis e integrou seu conselho de administração e um dos seus conselhos gerais na década de 1970. Em 1980, o Presidente Jimmy Carter indicou-a para o Tribunal de Apelações dos Estados Unidos para o Circuito do Distrito de Columbia, onde permaneceu até sua ascensão para a Suprema Corte.

Avaliação: ****

Read more...

You Were Never Really Here


País: Reino Unido/França/EUA
Ano: 2017
Gênero: Drama
Duração: 90 min
Direção: Lynne Ramsay
Elenco: Joaquin Phoenix, Ekaterina Samsonov, John Doman e Alex Manette.

Sinopse: Joe (Joaquin Phoenix), um veterano de guerra, ganha a vida resgatando mulheres presas em cativeiros trabalhando como escravas sexuais. Após uma missão malsucedida em um bordel de Manhattan, a opinião pública se torna contra ele e uma onda de violência se abate na região.

Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

Bilheterias Brasil - TOP 10

Seguidores

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP