domingo, 10 de setembro de 2017

O Jantar (The Dinner)

País: EUA
Ano: 2017
Gênero: Suspense
Duração: 121 min
Direção: Oren Moverman
Elenco: Richard Gere, Laura Linney, Steve Coogan, Rebecca Hall, Chloë Sevigny, Charlie Plummer e Adepero Oduye.

Sinopse: dois casais se encontram em um elegante restaurante de Amsterdã. Enquanto a comida vai e vem, eles começam a conversar, passando por banalidades da vida até assuntos mais complicados. A discussão chega ao seu limite quando falam sobre seus filhos adolescentes, dois rapazes que estão envolvidos em uma complicada investigação policial.

Crítica: “O Jantar” não é um filme fácil de assistir: tem uma duração longa e muitos diálogos, e é muito duro na crítica às novas gerações, mergulhadas na alienação.
No entanto, para o público que gosta de um bom debate em cena, o longa pode ser uma agradável surpresa.
Maduro e contundente em suas críticas, ele vai fundo na educação dos filhos por pais também alienados, ausentes, inconsequentes e incapazes de dar o bom exemplo.
O resultado pode ser desastroso e irreversível. Os valores morais parecem não existir. O respeito é coisa do passado. O dinheiro parece comprar e dissimular tudo. E a morte soa banal.
A conversa amarga entre os dois casais (Steve Coogan como um dos pais protagonistas rouba a cena) traz à tona crimes cometidos pelos filhos e, apesar da aparente discussão ética e dos discursos humanistas de uma das partes, as ações tomadas pelos genitores chocam ao extremo até o último minuto do filme. Surpreende vermos que quem mais questionava o fato do filho ser acobertado tomar uma decisão mais drástica ainda.
A trama denigre o que se pode chamar de adulto, de correto, de honesto, de justo.

Avaliação: ***

Read more...

Sámi Blood

País: Suécia
Ano: 2016
Gênero: Drama
Duração: 110 min
Direção: Amanda Kernell
Elenco: Lene Cecilia Sparrok, Mia Erika Sparrok, Maj Doris Rimpi, Hanna Alström e Julius Fleischandrl.

Sinopse: Elle Marja (Lene Cecilia Sparrok), de 14 anos, é uma garota da etnia sámi. Exposta ao racismo dos anos 1930 e a exames biológicos em seu colégio interno, ela passa a sonhar com outra vida. Para alcançá-la, a jovem tem que se tornar outra pessoa e cortar todos os laços com sua família e sua cultura.

Crítica: “Sámi Blood”, além de nos apresentar uma crítica à sociedade preconceituosa e todos os seus valores preconcebidos, nos retrata uma comunidade pouco conhecida – a etnia sámi, na Suécia.
Vivendo à parte, a discriminação é tão gritante que se recorre aos mesmos métodos de separação do nazismo, quando o quesito é a inteligência. Com medições absurdas, cultuam que o povo sámi é inferior e incapaz de se tornar culto.
Quem vira essa página é Elle Maja (Lene Cecilia Sparrok), numa performance impressionante. Sua expressão revela todos os sentimentos que surgem com o tratamento injusto que recebe. Nitidamente, ela é a menina mais sábia da turma, a única que fala bem a língua sueca.
Ela passa a questionar suas condições diante da professora, mas o que recebe é um castigo – uma cruel surra de vara. E por ir contra a tradição e os costumes de sua etnia, passa a ser desprezada por todos.
Tornando-se adolescente, é normal que queira participar do círculo de outras meninas, que frequentam uma escola normal, que se vestem melhor (ela usa roupas típicas), que cheiram melhor, que sabem conversar sobre vários assuntos, que dançam e conversam com os rapazes.
Para sua família isso é incompreensível. E ao conhecer um rapaz ela tem a esperança de sair do vilarejo onde vive.
Ela fará de tudo, desesperadamente, para conseguir estudar, mas o valor de uma boa educação é alto. Quem mais sofre com isso é sua irmã menor, que vê que Marja já não se conforma com a maneira que vive.
A direção é sensível ao mostrar o que a difícil escolha de Marja trará para sua trajetória. Abraçar ou afastar sua cultura é um passo doloroso, sobretudo quando o preconceito parece não ter limites.

Avaliação: ****

Read more...

O Fantasma da Sicília (Sicilian Ghost Story)

País: Itália/França/Suíça
Ano: 2017
Gênero: Fantasia
Duração: 122 min
Direção: Fabio Grassadonia e Antonio Piazza
Elenco: Julia Jedlikowska, Gaetano Fernandez, Corinne Musallari e Sabine Timoteo.

Sinopse: Giuseppe (Gaetano Fernandez) é um corajoso garoto de 13 anos de idade, que desapareceu nas mediações de uma misteriosa floresta localizada na pequena aldeia em que vivia. A única pessoa que parece não se conformar com o sumiço dele é a pequena Luna (Julia Jedlikowska), que está disposta a enfrentar todos os perigos para resgatar seu amigo.

Crítica: em “O Fantasma da Sicília” os diretores (também do elogiado “Salvo”, de 2013) voltam a abordar a máfia (agora na Sicília), mas de uma maneira artística, poética, fantasiosa, o que alivia um pouco a tragédia de um período que matou muita gente.
O apelo imaginário funciona muito bem, pois retrata um amor entre dois adolescentes – Giuseppe (Gaetano Fernandez) e Luna (Júlia Jedikowska, numa atuação extraordinária) –, que pouco sabem da vida, e no caso de Giuseppe, ainda pagará pelos erros do pai, um mafioso preso que está delatando os colegas.
A diferença social é um dos motivos que faz com que a mãe de Luna (Sabine Timoteo), uma mulher fria e amargurada, tente afastá-los.
De ambos os lados, os conflitos familiares são tensos. E tudo piora com o desaparecimento de Giuseppe. O que mais incomoda Luna é que ninguém parece se importar ou fazer algo para encontrá-lo.
Ela vai até a casa de Giuseppe e confronta o avô e a mãe (que parece estar de luto e só sabe chorar). O que ouve de explicação é que ele está doente. Não convencida, volta outro dia, reclama na escola de sua ausência, faz panfletos com a ajuda de sua melhor amiga, Loredana (Corinne Musaralli) com a foto de Giuseppe, vai à polícia e pede a ajuda dos pais.
Contudo, ninguém quer se envolver com a família rica que tem tudo. Todos sabem o que Luna não sabe.
Nessa busca por Giuseppe, a direção abusa da ficção, da fantasia, da fábula e emociona o público. Uma escolha acertada para contar uma história triste e verídica.

Avaliação: ****

Read more...

Bilheterias Brasil - TOP 10

Seguidores

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP