quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Miss Violence

País: Grécia
Ano: 2012
Gênero: Drama
Duração: 98 min
Direção: Alexandro Avranas
Elenco: Constantinos Athanasiades, Chloe Bolota e Reni Pittaki.

Sinopse: no dia de seu aniversário de 11 anos, Angeliki pula da sacada e morre com um sorriso no rosto. Enquanto a polícia e o serviço social tentam descobrir a razão para o aparente suicídio, a família da menina insiste que foi tudo um acidente. Teria algum motivo para a família tentar esquecer o caso e seguir em frente?

Crítica: o filme acumulou aplausos e elogios nos diversos festivais em que foi exibido (aliás, o cinema grego vem ganhando espaço cada vez maior). Forte, chocante e devastador. Impossível não se incomodar na poltrona do cinema com o que é mostrado em tela.
Tudo começa sutilmente e, de repente, vem uma avalanche de revelações acerca da menina de 11 anos que comete suicídio no dia do seu aniversário.
Com cenário sombrio e personagens misteriosos, quase toda a trama se passa num sufocante apartamento onde vivem um casal com suas duas filhas e dois netos. 
A educação rígida é só um sinal do que está por trás de uma família pouco convencional e estranha, onde todos fingem não ver o que ocorre de errado diariamente.
A atuação do pai de família (Constantinos Athanasiades) é excepcional. Um alerta para a sociedade de que nem sempre o lar é um lar. Estarrecedor! 

Avaliação: ****

Read more...

À Procura (The Captive)

País: Canadá
Ano: 2014
Gênero: Suspense
Duração: 112 min
Direção: Atom Egoyan
Elenco: Ryan Reynolds, Scott Speedman, Rosario Dawson, Mireille Enos, Kevia Durand, Alexia Fast e Bruce Greenwood.

Sinopse: Canadá. Matthew (Ryan Reynolds) estava dirigindo seu carro e parou para fazer uma rápida compra, deixando a filha de nove anos, Cass (Peyton Kennedy/Alexia Fast), no banco de trás. Ao retornar, ela havia desaparecido sem deixar pistas. Os policiais Nicole (Rosario Dawson) e Jeffrey (Scott Speedman) assumiram o caso, mas nada descobriram. A primeira pista sobre a garota apenas surge seis anos depois, quando os policiais estão investigando uma grande rede de pedofilia. Para a surpresa de todos, Cass tem um importante papel na organização, já que é ela quem entra em contato com as crianças pela internet para atraí-las. Apesar disto, ela segue sendo mantida em cativeiro por seu raptor, Mika (Kevin Durand).

Crítica: o tema pedofilia tem sido uma constante nos últimos lançamentos do cinema.
Ainda que a história seja um pouco mirabolante e o texto não dos mais expressivos, vale pela denúncia.
Ryan Reynolds (como Matthew) está bem no papel e Kevin Durand (Mika) mostra-se num personagem diferente dos até então interpretados por ele.
O desfecho da trama que envolve o desaparecimento da filha de Matthew e, depois, da policial Nicole, poderia ter sido mais bem elaborado. Ao final, tem-se a impressão de que o diretor acelerou para dar logo um fim à trama.

Avaliação: **

Read more...

Mommy

País: França
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 128 min
Direção: Xavier Dolan
Elenco: Antoine-Olivier Pilon, Anne Dorval e Suzanne Clément.

Sinopse: Diane Despré viúva e sente-se sobrecarregada tendo que criar sozinha seu filho Steve, violento e problemático. Em um ato de coragem ela tira o garoto da escola e é surpreendida pela boa vontade da vizinha, Kyla, professora que demonstra interesse em ajudar a complicada família.

Crítica: vencedor do Prêmio de Júri no último Festival de Cannes e candidato canadense ao Oscar, o filme conta com as excelentes atuações de Anne Dorval e Suzanne Clément, uma bela fotografia e um ousado enquadramento artístico (o filme é todo projetado em janela 1:1, quadrada, com exceção de duas cenas), cuja intenção era criar um ambiente claustrofóbico.
Fugindo da rotulagem de só abordar assuntos homossexuais (Xavier Dolan é homossexual assumido), aqui o filme foca na educação de um menino problemático e desajustado, Steve (Antoine-Olivier Pilon).
A ajuda vem da professora Kyla (Suzanne Clément), também com problemas e que foi afastada da escola, por ter sido considerada incapaz devido à sua gagueira crônica, já que a mãe Diane (Anne Dorval), desempregada, e impossibilitada de cuidar dele no momento.
A relação entre os três é interessante e, mesmo com a longa duração, deve agradar ao público mais seletivo.

Avaliação: ***

Read more...

Brincante

País: Brasil
Ano: 2014
Gênero: Documentário
Duração: 93 min
Direção: Walter Carvalho
Elenco: -

Sinopse: um olhar lírico sobre o universo de Antônio Nóbrega. O trabalho de uma vida que se caracteriza pela consistente leitura da cultura popular. Um espetáculo em que todos os elementos da nossa cultura se misturam. A viagem musical e visual é guiada pelos personagens João Sidurino e Rosalina, das peças Brincante e Segundas Histórias.

Crítica: o filme, que transita entre o documentário e a ficção, tenta passar um pouco da trajetória de Antônio Nóbrega, é dirigido aos admiradores e conhecedores da vasta gama de talentos do artista Antônio Nóbrega, conhecido como o homem dos sete instrumentos, capaz de cantar, dançar, tocar bateria, rabeca, violão, etc, que conseguiu unir a arte popular com a sofisticação. Seus espetáculos são memoráveis e concorridíssimos.
O trabalho de recuperação da cultura popular e de valorização das expressões mais naturais do nosso povo tornou Antônio Nóbrega um dos artistas mais respeitados do Brasil. Suas cores, a espontaneidade e a beleza de sua arte e sua tentativa de superar as barreiras entre erudito e popular enchem a tela em Brincante.
Quem conduz o filme são os personagens João Sidurino e Rosalina, que surgiram em trabalhos escritos por Nóbrega para o teatro. Está nas mãos deles mostrar uma série de expressões culturais criados pelo autor, uma tentativa de revelar o imaginário popular e cultural brasileiro.
O visual do filme é belo, sem dúvida, mas peca pela teatralidade exagerada e pelo disperso roteiro (faltam detalhes, mais didática para contar a história do artista) que impediu uma conexão maior com o espectador.

Avaliação: ***

Read more...

Homens, Mulheres e Filhos (Men, Women & Children)

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Comédia romântica
Duração: 119 min
Direção: Jason Reitman
Elenco: Adam Sandler, Jennifer Garner, Kaitlyn Dever, Emma Thompson e Jennifer Garner.

Sinopse: adultos, adolescentes e crianças amam, sofrem, se relacionam e compartilham tudo, sempre conectados. A internet é onipresente e, nesta grande rede em que o mundo se transformou, as ideias de sociedade e interação social ganham um novo significado. Algumas situações como um casal que não tem intimidade; uma garota que quer ser uma anoréxica melhor; um adolescente que vive em num mundo de pornografia virtual, fazem o espectador repensar as relações humanas.

Crítica: o filme, baseado no livro homônimo do escritor Chad Kultgen, retrata as relações humanas, com sensibilidade e humor, e auxílio de muitos recursos gráficos. O foco é a internet: como homens, mulheres e filhos estão rearranjando suas relações a partir da onipresença das redes sociais.
Na trama que se dá por várias mini histórias intercaladas, são abordados assuntos como a fata de diálogo, sexo fora do casamento, pornografia e iniciação sexual, distúrbio de imagem, exposição, vigilância e hipocrisia.
O diretor tem mão boa. Seus trabalhos mais famosos são: Obrigado por Fumar (2005), (2008), Amor Sem Escalas (2009) Jovens Adultos (2012) e o dramalhão Refém da Paixão (2013).
As atuações são medianas. Um filme leve sobre família e bom para curtir com ela.

Avaliação: ***

Read more...

Os Excêntricos Tenenbaums – Uma Comédia Genial

País: EUA
Ano: 2001
Gênero: Comédia
Duração: 103 min
Direção: Wes Anderson
Elenco: Gene Hackman, Anjelica Huston, Ben Stiller, Gwyneth Paltrow, Luke Wilson e Danny Glover, Owen Wilson e Bill Murray.

Sinopse: Royal Tenenbaum (Gene Hackman) e sua esposa Etheline Tenenbaum (Anjelica Huston) tiveram três filhos, Chas (Ben Stiller), Margot (Gwyneth Paltrow) e Richie (Luke Wilson), e logo depois resolveram se separar. Com o passar dos anos cada um dos filhos demonstrou talentos diferentes, tornando-se todos bem-sucedidos. Chas logo em sua adolescência resolveu investir em bens, demonstrando um dom natural para finanças, enquanto que Margot se tornou uma escritora de sucesso e Richie um tenista profissional de sucesso. Mas toda a história de sucesso dos três jovens Tenenbaums é esquecida quando seu pai resolve reatar os antigos laços e lutar pelo amor de Etheline, que está prestes a se casar com seu contador, Henry Sherman (Danny Glover).

Crítica: é um bom filme, mas nada que se compare ao recente “O Hotel Budapeste”. Também apostando na comédia e no sarcasmo, o diretor abusa de seus personagens excêntricos, tristes, sombrios, traumatizados e melancólicos. Os atores estão bem, a história que tenta retratar os problemas em família é bem contada, mas faltou um clímax para empolgar mais o espectador.
A trilha sonora, sim, foi bem escolhida.

Avaliação: ***

Read more...

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Aventura
Duração: 144 min
Direção: Peter Jackson
Elenco: Martin Freeman, Elijah Wood, Cate Blanchett, Ian McKellen, Luke Evans e Richard Armitage.

Sinopse: Terceira parte da adaptação do livro "O Hobbit", de J.R.R. Tolkien, para o cinema. Dirigidopor Peter Jackson e com Martin Freeman, Ian McKellen, Andy Serkis, Hugo Weaving, Christopher Lee, Ian Holm, Orlando Bloom, Stephen Fry, Luke Evans e Evangeline Lilly no elenco.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 (The Hunger Games: Mockingjay – Part 1)

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Ficção Científica
Duração: 125 min
Direção: Francis Lawrence
Elenco: Jennifer Lawrence, Liam Hemsworth, Josh Hutcherson, Julianne Moore e Philip Seymour Hoffman.

Sinopse: após sobreviver por duas vezes aos Jogos Vorazes, KatnissEverdeen servirá como símbolo de uma revolução iniciada no Distrito 13. Além de ter que manter sua imagem de ícone, a jovem ainda precisa se preocupar em defender sua mãe e sua irmã no meio da guerra.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Os Amigos

País: Brasil
Ano: 2013
Gênero: Drama
Duração: 89 min
Direção: Lina Chamie
Elenco: Marco Ricca, Dira Paes e Caio Blat.

Sinopse: Téo é um arquiteto solitário que passa por uma fase difícil na vida, devido ao falecimento de seu melhor amigo de infância. Sua melhor amiga na atualidade é Majú, que vive tentando arranjar uma namorada para ele. Ao longo do dia Téo se perde em meio às lembranças do passado e as atribuições do trabalho.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Quero Matar Meu Chefe 2 (Horrible Bosses 2)

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Comédia
Duração: 108 min
Direção: Sean Anders
Elenco: Jason Bateman, Charlie Day e Jason Sudeikis.

Sinopse: após o trauma vivido no filme anterior, os amigos Nick (Jason Bateman), Dale (Charlie Day) e Kurt (Jason Sudeikis) resolvem abrir seu próprio negócio, de forma que eles mesmos sejam seus chefes. O problema é que, quando a companhia começa a deslanchar, eles sofrem um golpe do investidor (Christoph Waltz) que bancou o negócio. Sem ter como recorrer através dos meios legais, o trio decide partir para um ato desesperado: sequestrar o filho do investidor (Chris Pine) e, com o dinheiro do resgate, pagar a dívida contraída e manter a empresa.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Os Suspeitos – The Usual Suspects

País: EUA
Ano: 1994
Gênero: Policial
Duração: 105 min
Direção: Bryan Singer
Elenco: Gabriel Byrne, Kevin Spacey, Benicio Del Toro, Chazz Palminteri, Pete Postlethwaite, Ken Daly, Kevin Pollak, Stephen Baldwin, Suzy Amis e Vito D'Ambrosio.

Sinopse: Perto do final, Roger "Verbal" Kints (Kevin Spacey) diz: "A maior jogada do Diabo foi convencer o mundo que ele não existe." Está talvez seja a chave da história: quanto mais o filme se desenrola, mais percebemos que as coisas não são como parecem, resultando num dos melhores filmes de suspense dos anos 90. Uma explosão em barco mata 27 pessoas, o único sobrevivente está terrivelmente queimado e US$ 91 milhões em cocaína que estavam a bordo desaparecem. A polícia prende cinco suspeitos de terem cometido o crime. Durante o depoimento de Roger "Verbal", a história passa a ser contada em flashback, mostrando como os cinco criminosos foram unidos para um mesmo trabalho e como um lendário mestre do crime está por trás de tudo.

Crítica: um dos melhores filmes policiais, tanto pela história como pelo roteiro inteligente que a conduz. Contada em flashback, a trama é bem arquitetada, criando apreensão no espectador e conseguindo, ainda, surpreender ao final, que é realmente inesperado. Nada é o que parece ser.
A atuação de Kevin Spacey é sublime, principalmente quando do depoimento para o policial que investiga o caso.  


Avaliação: ****

Read more...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O Ciúme (La Jalousie)

País: França
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 77 min
Direção: Philippe Garrel
Elenco: Louis Garrel, Anna Mouglalis, Rebecca Convenant e Olga Milshtein.

Sinopse: Louis (Louis Garrel) é ator e vive com Claudia (Anna Mouglalis), também atriz, em um pequeno apartamento, onde levam uma vida normal, porém complicada financeiramente. A carreira dela vai de mal a pior e ele faz de tudo para ajudá-la, enquanto tenta encontrar tempo ainda para manter-se próximo à filha Charlotte.

Crítica: o cineasta francês e, também, fotógrafo de cinema, roteirista, editor e produtor Philippe Garrel já foi premiado nos festivais de Cinema de Cannes e de Veneza. Aqui, ele opta pela filmagem em preto-e-branco, o que foi uma escolha acertada.
A história acompanha o ritmo da vida de, basicamente, 4 personagens: Louis e sua ex-esposa Clotilde, em fase de separação, sua filha Charlotte e seu novo amor, Claudia.
A relação aberta que se inicia é a porta para se discutir o que é o casamento, o que é o amor, se há limites para os casos extraconjugais, se é possível ser feliz assim e aceitar um ao outro como cada um é.
As atuações são boas (destaque para a Olga Milshtein que vive a filha, totalmente natural e à vontade no papel), o texto é afinado e as situações apenas induzindo o que vai acontecer ou de onde se pode concluir o que houve são propositais e muito sutis. Assim como devem ser sutis as pessoas que embarcam numa relação sem muitas amarras e pouco convencional. A confiança deve estar acima de tudo; o problema é que as pessoas são diferentes e cada um tolera as falhas do parceiro de maneira distinta.
Em uma das conversas eles se questionam sobre se devem ou não contar a traição ao outro e a resposta de um deles é rápida e segura: “Estamos felizes assim? Então, não. Não quero saber”. Outra afirmação bem interessante é quando um amigo aconselha Louis dizendo: “Ela o ama do jeito dela; ela o ama o quanto é capaz de amar”.
Nesse contexto, o novo casal tenta superar as insatisfações, tão comuns ao ser humano, as dúvidas; a falta de dinheiro e de trabalho e busca a felicidade.

Avaliação: ***

Read more...

Camp 14: Zona de Controle Total

País: Alemanha/Coreia do Sul
Ano: 2014
Gênero: Documentário
Duração: 106 min
Direção: Marc Wiese
Elenco: -

Sinopse: documentário sobre a vida de Shin Dong-huyk, que nasceu em 1938 em um campo de concentração na Coreia do Norte e conseguiu escapar quando tinha 23 anos. Fome, tortura e medo eram comuns antes da fuga que o tornou um homem livre.

Crítica: um documentário imperdível sobre a crueldade imposta aos moradores da Coreia do Norte, de onde é quase impossível fugir.
Os relatos são de Shin Dong-huyk que escapou de um campo de concentração para prisioneiros políticos aos 23 anos. Nada é diferente de um campo nazista. A diferença é que pouco sabemos o que se passa ali.
Castigos, interrogatórios, punições, torturas, trabalhos forçados, alimentação parca, assassinatos a bala ou por enforcamento, estupros, tudo isso fez parte da infância de Shin (ele nasceu no campo e foi submetido a trabalho desumano a partir dos 6 anos), que hoje participa de ONGs divulgando sua história na esperança de alertar o mundo de que é preciso uma interferência já.
Mesmo tendo narrado os acontecimentos que presenciou e o que aconteceu com sua família diversas vezes, ainda é difícil para ele entender como pode haver vidas dilaceradas dessa forma. O amigo que fugiu com ele morreu na cerca elétrica. O buraco que se fez com o choque foi por onde ele passou e por cima do corpo dele. Caminhou quilômetros e quilômetros pela Coreia do Norte até chegar à China e, depois, Coreia do Sul, quando foi novamente interrogado para que comprovasse sua história. Como sequelas, além do abalo emocional e psicológico (tendo nascido em num campo, desconhecia completamente o mundo exterior), Shin tem os braços e as pernas lesadas devido às torturas e espancamentos.
A direção de arte caprichou na retratação dos fatos por meio de recursos de animação e computação gráfica, dando vida às memórias de Shin e auxiliando o espectador a compreender a dura realidade existente nesses campos de concentração.

Avaliação: ***

Read more...

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

O General (The General)

País: EUA
Ano: 1927
Gênero: Ação, comédia
Duração: 89 min
Direção: Buster Keaton
Elenco: Buster Keaton, Marion Mack e Glen Cavender.

Sinopse: quando a Guerra Civil americana teve início, o maquinista Johnny Gray (Buster Keaton) apaixonado pelo seu trem A General não foi aceito para lutar porque seria mais útil como engenheiro da ferrovia. Assim, sua amada Annabelle (Marion Mack) começou a pensar nele como covarde. Até o dia em que ele vai provar que tem coragem e também loucura, ao perseguir sozinho um bando de espiões unionistas, que roubaram o trem A General e dentro dele Annabelle Lee.

Crítica: difícil ver uma obra de Buster Keaton e não se impressionar. Em 1927, com tão poucos recursos financeiros e de produção, ele consegue fazer imagens externas inacreditáveis.
Uma história dinâmica, situações criativas e engraçadas e sua atuação acertada são as principais qualidades desse filme que é um dos seus melhores. Em 1 hora e meia, o espectador não quer tirar o olho da tela para não perder um segundo da gostosa aventura desse maquinista para salvar seu país e sua amada.
Diversão e bom gosto garantidos no sempre comunicativo e expressivo "cinema mudo". 

Avaliação: ***

Read more...

Uma Promessa (A Promise)

País: França/Bélgica
Ano: 2014
Gênero: Drama, romance
Duração: 99 min
Direção: Patrice Leconte
Elenco: Rebecca Hall, Alan Rickman e Richard Madden.

Sinopse: Alemanha, 1912. Um jovem diplomata ingressa no serviço administrativo de uma usina siderúrgica. Por conta do seu bom trabalho, seu patrão o contrata para o posto de secretário particular. Conforme os dias passam, ele conhece e se aproxima da esposa do chefe, apaixonando-se perdidamente por ela. Ele recebe a missão de ir ao México repentinamente e, ao anunciar sua partida, a mulher entra em desespero, realizando que ambos se amam. Sendo assim, fazem uma promessa de amor: um dia ele irá retornar e os dois finalmente ficarão juntos.

Crítica: não é a primeira vez que o escritor, romancista, poeta, dramaturgo, jornalista e biógrafo austríaco Stefan Zweig, um dos mais lidos a partir da década de 1920, é inspiração para o cinema. O último trabalho exibido no cinema, apoiado em seus escritos, foi o Grande Hotel Budapeste (2014).
Uma Promessa é uma adaptação do conto “Carta de uma desconhecida”, de 1922. A trama é centrada na história da sofrida paixão entre Friedrich Zeitz (Madden), jovem que supera a orfandade e se transforma em engenheiro, e Lotte (Rebecca), mulher de seu patrão, Karl Hoffmeister (Alan Rickman, o professor Severus Snape da franquia “Harry Potter”), rico dono de uma fundição, de quem rapidamente se torna seu braço-direito.
A ação se passa na Alemanha do início do século passado, o que justifica, de certa forma, a maneira com que Friedrich e Lotte lutam para esconder seus sentimentos. Quando estes se tornam incontornáveis, Hoffmeister, talvez percebendo a tensão entre os dois, envia o rapaz para o México, onde chefiará uma operação da empresa. Com o estouro da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), que suspende a comunicação marítima, a separação se torna quase insuportável para os dois amantes.
Enfim, a trama fala de sentimentos, desejos reprimidos, com um certo romantismo. O texto é bom, o figurino é impecável, a trilha sonora é perfeita para o filme que conta com um elenco afinado.
O final poderia ter sido menos morno, caso o diretor não tivesse seguido à risca o conto. Uma história de amor bonita, que merece ser conferida.

Avaliação: ***

Read more...

Uma Chance para Amar (The Face of Love)

País: EUA
Ano: 2013
Gênero: Drama
Duração: 92 min
Direção: Arie Posin
Elenco: Annette Bening, Robin Williams e Ed Harris.

Sinopse: após o marido morrer afogado em uma praia mexicana, Nikki (Annette Bening) fica devastada. Cinco anos depois, ela ainda sente falta do marido, por mais que tenha seguido adiante em uma carreira de sucesso como decoradora. Um dia, ela encontra um homem muito parecido com o falecido marido e se apaixona por ele, mas sem revelar seu trauma.

Crítica: apesar da produção aquém do que estamos acostumados a ver no cinema americano, a história se supera e capta bem os sentimentos de alguém que perdeu repentinamente sua alma gêmea.
Nikki (Annette Bening) e Garrett (Ed Harris) fazem uma viagem pelo México quando ele sofre um terrível acidente e morre afogado. Cinco anos se passaram e Nikki ainda sente demais sua falta e tem todas as lembranças muito vivas com ela.  
Além do trabalho como decoradora, ela não consegue fazer mais nada e, fora o vizinho de frente, Roger (Robin Williams), não tem nenhum contato social. A situação só muda quando ela resolve ir a um museu de arte que sempre frequentava com o marido e lá encontra alguém muito parecido com o seu esposo, Tom, um professor de pintura e funcionário do museu. Ela decide conhecê-lo e começa a viver um intenso romance sem revelar-lhe a semelhança com o seu ex-marido. Esconde-o até onde pode de sua filha e de seu amigo vizinho.
A questão é que ela o vê como o seu Garrett, o que acabará por trazer-lhe problemas. Ela vive num mundo que não é real e Tom acaba saindo muito ferido desse relacionamento.
A trama é bem conduzida, tem um texto bom, mas poderia ter sido melhor trabalhada com relação à história da aparência, como algo que fosse da imaginação dela, por tanto querer ter o marido de volta. Afinal, não ninguém igual a ninguém, que é como os personagens são colocados no filme, como sósias. Isso fica bem surreal e não convence na medida certa.
Eles acabam por se afastar. Tom tem uma doença e pouco tempo de vida, o que é omitido de Nikki.
E, ao final, uma exposição de pinturas revela uma surpresa para Nikki, o que é uma surpresa também para os espectadores também. Comovente, sensível e perfeito para o enredo.

Avaliação: ***

Read more...

Ventos de Agosto

País: Brasil
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 80 min
Direção: Gabriel Mascaro
Elenco: Dandara de Morais, Geová Manoel dos Santos e Antônio José dos Santos.

Sinopse: Agosto. Um pesquisador de som de ventos alísios desembarca em uma pacata vila de pescadores e abala a rotina de Shirley, que trabalha em uma fazenda, e Jeison, praticante da pesca submarina. A maré está alta, os ventos fortes e a vila nunca mais será a mesma.

Crítica: a fotografia, sem dúvida, é o maior destaque do filme, tanto que até sobrepõe a história.    
Na trama, conhecemos a bela Shirley (Dandara de Morais), uma corajosa mulher que largou a cidade grande para cuidar de sua avó. Ela trabalha em uma plantação, ouve música alternativa e vive de seus sonhos de ser tatuadora. Morando em uma vila, a rotina desses habitantes é bem simples e nunca há nada de novo, até a chegada de um pesquisador de ventos que faz o despertar de muitos dos personagens.
O enredo é simples, o que não significa comum, sobretudo no cinema brasileiro em que é difícil a exploração de personagens no seu dia-a-dia. Aqui, o cotidiano de uma comunidade pequena é abalado com a chegada de uma pessoa. O tempo ali é outro e qualquer mudança traz à tona sentimentos antes imagináveis.
A beleza natural do Nordeste é extraída em todos os seus aspectos. Pena que a história não acompanhe a mesma intensidade. Mesmo assim, é um trabalho que merece ser visto pela forma como o roteiro disseca a vida das pessoas de forma bem natural.

Avaliação: ***

Read more...

Elsa & Fred

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Comédia Dramática
Duração: 97 min
Direção: Michael Radford
Elenco: Shirley MacLaine, Christopher Plummer e Marcia Gay Harden.

Sinopse: Elsa é uma romântica, que sonha encontrar um amor para recriar a famosa cena da Fontana di Trevi de "A Doce Vida", clássico filme de Federico Fellini. Fred é um homem pacato, ainda desacostumado com a recente viuvez. De mudança para um novo apartamento, ele torna-se vizinho de Elsa e o encontro muda a vida dos dois.

Crítica: os americanos insistem em fazer comédias românticas que eles acreditam ter alguma graça e, nesse caso, por ser um remake mal feito, é ainda pior.
Elsa & Fred, de direção argentina, de 2005, até tem sua graça, mas a versão americana é um verdadeiro fiasco.
A trama é repleta de clichês e força ainda mais a situação, focando na terceira idade. Nem mesmo os astros Shirley MacLaine e Christopher Plummer salvam o filme de um total desastre.
Cenas enfadonhas, diálogo ruim e roteiro que beira ao amadorismo desanimam qualquer cinéfilo a assistir ao filme até o final.
A história não ganha vida, não envolve o espectador e parece estar ali mesmo só para resgatar de volta ao cinema atores que foram consagrados no passado.  

Avaliação: **

Read more...

Boa Sorte

País: Brasil
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 90min
Direção: Carolina Jabor
Elenco: Deborah Secco, João Pedro Zappa e Pablo Sanábio.

Sinopse: após uma série de problemas comportamentais, o adolescente João é internado pela família em uma clínica psiquiátrica. No local ele conhece Judite, também paciente, por quem logo se apaixona. Ela não tem muito tempo de vida e ambos sabem disto, o que não impede que iniciem um intenso romance.

Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

Trinta

País: Brasil
Ano: 2014
Gênero: Biografia
Duração: 92 min
Direção: Paulo Machline
Elenco: Matheus Nachtergaele, Paolla Oliveira, Milhem Cortaz e Marco Ricca.

Sinopse: cinebiografia do carnavalesco Joãosinho Trinta, dos anos 1960, quando se mudou do Maranhão para o Rio de Janeiro a fim de se tornar bailarino do Theatro Municipal; até 1974, ano em que assume o posto de carnavalesco da Acadêmicos do Salgueiro, tradicional escola de samba do carnaval carioca.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Saint Laurent

País: França
Ano: 2012
Gênero: Biografia
Duração: 150 min
Direção: Bertrand Bonello
Elenco: Gaspard Ulliel, Jérémie Renier, Louis Garrel e Léa Seydoux.

Sinopse: a vida de Yves Saint Laurent entre os anos de 1967 e 1976, quando o estilista estava no auge da carreira, retratando ainda algumas paixões da sua vida, como Jacques de Bascher, que mais tarde namorou por quase 20 anos Karl Lagerfeld, e Pierre Bergé, que também era parceiro de negócios do estilista.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Tim Maia

País: Brasil
Ano: 2014
Gênero: Drama, biografia
Duração: 141 min
Direção: Mauro Lima
Elenco: Babu Santana, Robson Nunes e Alinne Moraes.

Sinopse: cinebiografia do cantor Tim Maia, baseada no livro "Vale Tudo - O Som e de Tim Maia". O filme percorre cinquenta anos na vida do artista, desde a sua infância no Rio de Janeiro até a sua morte, aos 55 anos de idade, incluindo a passagem pelos Estados Unidos, onde o cantor descobre novos estilos musicais e é preso por roubo e posse de drogas.

Crítica: a cinebiografia do cantor, compositor, produtor, maestro, multi-instrumentista e empresário brasileiro, responsável pela introdução do estilo soul na música popular brasileira e reconhecido mundialmente como um dos maiores ícones da música no Brasil, é bastante completa e repleta de boas atuações (protagonista e coadjuvantes, com exceção do ator “caricato” que interpretou Roberto Carlos) e diálogos naturais e convincentes.
A trama inicia-se com a narração de um de seus melhores amigos e que o acompanhou por quase toda a carreira: Fabiano.
Imagens em preto em branco contam, resumidamente, a infância difícil do 11º filho do de Altivo Maia e Maria Imaculada Maia, nascido em Niterói. Ajudava a mãe a vender marmitas e sofria com as zombarias dos outros meninos.
Mas desde cedo descobriu que queria fazer música e não poupou esforços para consegui-lo. Em 1957, fundou o grupo The Sputniks, onde cantou junto a Roberto Carlos. Em 1959, emigrou para os Estados Unidos, onde teve seus primeiros contatos com o soul, vindo a ser preso e deportado por roubo e porte de drogas. Em 1970, gravou seu primeiro disco, intitulado Tim Maia, que, rapidamente, tornou-se um sucesso país afora com músicas como "Azul da Cor do Mar" e "Primavera".
No entanto, toda sua vida foi marcada por turbulências, antes e depois da fama: dificuldades financeiras, uso de drogas, abuso do álcool, preconceito, vida a dois problemática.
Apenas durante um curto período, quando conheceu os livros da Cultura Racional, escritos por Manuel Jacinto Coelho, ele afastou-se um pouco dos vícios. Contudo, o período foi de menor sucesso profissional e, logo, ele se decepcionou com o que os livros pregavam.
Tim Maia se tornou notável por não aparecer ou atrasar em shows e, frequentemente, reclamar da qualidade do áudio nos mesmos. Isso ocorria devido ao intenso consumo de uísque, cocaína e maconha antes dos shows, que ele chamava de "triatlon". No final de sua vida sofreu com problemas relacionados à obesidade, diabetes e problemas respiratórios.
Durante a gravação de um espetáculo para a TV no Teatro Municipal de Niterói, no dia 08 de março de 1998, Tim tentou cantar, mesmo sabendo de sua má condição de saúde. Não conseguiu e retirou-se sem dar explicações; terminou sendo levado para o hospital onde sofreu duas paradas cardiorrespiratórias. Tim faleceu em 15 de março os 55 anos e com 140 quilos, devido a uma infecção generalizada.
Em 1988, 1990, 1992, 1993, 1995 e 1997 foi o vencedor do prestigiado Prêmio Sharp de música na categoria de melhor cantor.
Sua obra influenciou diversos artistas, como seu sobrinho Ed Motta. A revista Rolling Stone classificou Tim Maia como o maior cantor brasileiro de todos os tempos, e também como o 9º maior artista da música brasileira.
Além de ótimo filme, é impossível não sair do cinema embalado com suas músicas marcantes e dançantes.

Avaliação: ****

Read more...

O Melhor de Mim (The Best of Me)

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Romance
Duração: 112 min
Direção: Michael Hoffman
Elenco: Michelle Monaghan, James Marsden e Liana Liberato.

Sinopse: adolescentes, Amanda e Dawson se apaixonam. O pai da garota não aprova o relacionamento e, com o passar do tempo, os jovens acabam se afastando e tomando rumos diferentes. Duas décadas mais tarde um funeral faz com que os dois voltem à cidade natal e se reencontrem. É o momento de ver se os sentimentos persistem e avaliar as decisões que tomaram na vida.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Alexandre e o dia Terrível, Horrível, Espantoso e Horroroso ((Alexander and the Terrible Horrible No Good Very Bad Day)

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Comédia
Duração: 81 min
Direção: Miguel Arteta
Elenco: Steve Carell, Jennifer Garner, Ed Oxenbould, Toni Trucks, Burn Gorman, Dylan Minnette, Kerris Dorsey e Jennifer Coolidge.

Sinopse: o pequeno Alexander tem um péssimo dia pela frente. Primeiro, ele acorda com chiclete grudado em seu cabelo. Na hora de se vestir, ele tropeça e deixa cair sua malha na pia cheia de água. No café da manhã, seus irmãos encontram belos prêmios na caixa de cereal, mas Alexander não encontra nada. O resto do dia reserva muitas outras más notícias e acontecimentos ruins.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Mazer Runner – Correr ou Morrer

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Aventura
Duração: 113 min
Direção: Wes Ball
Elenco: Dylan O´Brien, Will Poulter e Thomas Brodie-Sangster.

Sinopse: em um mundo pós-apocalíptico, o jovem Thomas é abandonado em uma comunidade formada por garotos após sua memória ter sido apagada. Logo ele se vê preso em um labirinto, onde será preciso unir forças com outros jovens para que possa escapar.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Relatos Selvagens (Relatos Salvajes)

País: Argentina/Espanha
Ano: 2014
Gênero: Suspense, drama
Duração: 120 min
Direção: Damián Szifron
Elenco: Ricardo Darín, Oscar Martinez, Osmar Núñez, Rita Cortese e Érica Rivas.

Sinopse: diante de uma realidade crua e imprevisível, os personagens deste filme caminham sobre a linha tênue que separa a civilização da barbárie. Uma traição amorosa, o retorno do passado, uma tragédia ou mesmo a violência de um pequeno detalhe cotidiano são capazes de empurrar estes personagens para um lugar fora de controle.

Crítica: antes de começar a escrever qualquer coisa: assista, pois o filme é excepcional. Razões não faltam para vê-lo: um elenco espetacular e afinadíssimo, começando por Ricardo Darín, claro; o humor sofisticado e inteligente – já marca da cinematografia argentina; e a produção ser do gênio Almodóvar.
Sucesso de público e crítica (3 milhões de espectadores só na Argentina), é o candidato do país ao Oscar 2014.
São seis histórias diferentes, beirando ao surreal, mas com as quais nos identificamos e nos sentimos “vingados” pelo fato dos protagonistas fora de controle decidirem fazer justiça com as próprias mãos.
O equilíbrio entre a tragédia e o cômico é perfeito: muita ironia, falta de civilidade e selvageria urbana.
Merece o Oscar!

Avaliação: *****

Read more...

Libertem Angela Davis

País: França/ EUA
Ano: 2014
Gênero: Documentário
Duração: 97 min
Direção: Shola Lynch
Elenco: Angela Davis e Eisa Davis

Sinopse: a vida de Angela Davis, uma professora de filosofia nascida no Alabama, e conhecida pelo profundo engajamento em defesa dos direitos humanos. Quando Angela defende três prisioneiros negros nos anos 1970, ela é acusada de organizar uma tentativa de fuga e sequestro. Nesta época, se tornou a mulher mais procurada dos Estados Unidos e ainda hoje é um símbolo da luta pelo direito das mulheres, dos negros e dos oprimidos.

Crítica: imagens de época, depoimentos e um retrato duro e cruel do racismo americano na década de 70.
De família classe média alta, a americana Angela Davis já estudava e morava na Alemanha quando, em 1960, decidiu voltar para os Estados Unidos. Tornou-se militante do partido e participante ativa dos movimentos negros e feministas que sacudiam a sociedade americana da época, primeiro como filiada da SNCC de Stokely Carmichael e depois de movimentos e organizações políticas como o Black Power e os Panteras Negras.
Em 18 de agosto de 1970, Angela Davis tornou-se a terceira mulher a integrar a Lista dos Dez Fugitivos Mais Procurados do FBI, ao ser acusada de conspiração, sequestro e homicídio, por causa de uma suposta ligação sua com uma tentativa de fuga do tribunal do Palácio de Justiça do Condado de Marin, em São Francisco.
O documentário apenas estende-se um pouco demais ao acompanhar o julgamento de Angela Davis (dezoito meses) até ser considerada inocente e por um júri só de pessoas brancas.
John Lennon e Yoko Ono lançaram a música Angela em sua homenagem e os Rolling Stones gravaram Sweet Black Angel, cuja letra falava de seus problemas legais e pedia sua libertação.
Finalmente livre, Angela foi temporariamente para Cuba, seguindo os passos de seus amigos, os ativistas radicais Huey Newton e Stokely Carmichael. Sua recepção na ilha pelos negros cubanos num comício de massa foi tão entusiástico que ela mal pôde discursar.
Nos últimos anos continua a fazer discursos e palestras principalmente em ambientes universitários e se mantém como uma figura proeminente na luta pela abolição da pena de morte na Califórnia. Em 1977-1978 foi-lhe atribuído o Prêmio Lênin da Paz.
Uma história que pouca gente conhece. Vale a pena conferir.

Avaliação: ***

Read more...

Mil Vezes Boa Noite (A Thousand Times Good Night)

País: Suécia
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 117 min
Direção: Erik Poppe
Elenco: NikolajCoster-Waldau, Juliette Binoche e Maria Doyle Kennedy.

Sinopse: Rebecca é uma das melhores fotógrafas de guerra em atividade e precisa enfrentar um turbilhão de emoções quando seu marido lhe dá um ultimato. Ele e a filha do casal não suportam mais sua rotina arriscada e exigem mudanças, mas ela, apesar de amar a família, tem verdadeira adoração pela profissão.

Crítica: a trama é focada no drama familiar onde a principal dúvida é: largar ou não a profissão em nome da família?
Rebecca (Binoche) é uma das 5 melhores fotógrafas do mundo e, após um incidente (trabalha em regiões de conflitos), é pressionada pelo marido e filhas, sobretudo a mais maior, já adolescente, a ficar mais tempo com a família.
A história flui bem, mais pelo papel de Binoche que convence na pele da fotógrafa e de sua filha adolescente que cumpre bem a tarefa. A crise na adolescência gerada pela falta da mãe é bem explorada.
Faltou, porém, destacar mais a relação do casal e mostrar o porquê de haver esse dilema na família. O dinamarquês NikolajCoster-Waldau não é muito persuasivo como o esposo sofrido.
Algumas imagens são belíssimas com a água, como a de Rebecca sonhando quando está no hospital.
Bom para ver acompanhado, mas não é um filme marcante.

Avaliação: ***

Read more...

Bilheterias Brasil - TOP 10

Seguidores

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP