segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Ponte dos Espiões (Bridge of Spies)

País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Drama
Duração: 141 min
Direção: Steven Spielberg
Elenco: Tom Hanks, Mark Rylance, Austin Stowell, Scott Shepherd e Amy Ryan.

Sinopse: em plena Guerra Fria, o advogado especializado em seguros James Donovan (Tom Hanks) aceita uma tarefa muito diferente do seu trabalho habitual: defender Rudolf Abel (Mark Rylance), um espião soviético capturado pelos americanos. Mesmo sem ter experiência nesta área legal, Donovan torna-se uma peça central das negociações entre os Estados Unidos e a União Soviética, quando é enviado a Berlim para fazer um acordo para a troca de Abel por um prisioneiro americano, capturado pelos inimigos.

Crítica: um filme sobre a Guerra Fria, mas sem cenas eletrizantes, glorificações militares ou movimentos velozes de câmera. Na verdade, o longa explica didaticamente o embate entre EUA e União Soviética com muito diálogo (excelente texto), noções de soberania nacional, crise de patriotismo e emoções/conflitos de seus personagens.
A trama apresenta uma dupla ironia: quando um espião supostamente soviético é capturado nos Estados Unidos e outro americano é preso na URSS, um advogado sem ligações ao governo (Tom Hanks) é encarregado de efetuar a troca entre eles. Ambos os países fazem questão de repatriar seus conterrâneos, contudo desprezam estes homens que foram capturados (ou seja, fracassaram em permanecer invisíveis) e provavelmente entregaram informações confidenciais ao inimigo.
É louvável o cuidado do roteiro em equilibrar os dois lados da guerra. O protagonista é americano, claro, mas sua principal característica é trabalhar contra a moral vigente no país: o advogado James Donovan recusa-se a dar uma defesa fraca a seu cliente espião, e faz o possível para inocentá-lo, como qualquer advogado deveria fazer. As altas instâncias do direito americano são vistas como parciais e corruptas (a condenação do espião, para eles, é mera formalidade), enquanto o povo é retratado como um grupo de ignorantes sedentos por sangue. “Por que vocês simplesmente não o enforcam?”, gritam as pessoas ao redor de Donovan, indignados com a defesa de um espião.
Ponte dos Espiões adota um discurso político humanista e ousado. Ao invés de ter um “homem de ação” à frente da trama, o herói é um defensor dos direitos humanos e da superação dos preconceitos; por isso é contrário à pena de morte ao acusado. A verdadeira guerra ocorre dentro dos Estados Unidos, entre a maioria vingativa e a minoria capaz de enxergar no inimigo um outro de si mesmo. Este discurso é facilitado pela atuação segura e convincente de Tom Hanks (muito à vontade no papel, sem arroubos de valentia) e pelo espião misterioso Rudolf Abel (interpretado de forma louvável por Mark Rylance). Seu personagem rouba a cena. Bons momentos de humor surgem nas conversas entre ele e seu advogado, Donovan.
Mas o roteiro está impregnado de melancolia diante da falência do sistema moral e judicial, este último totalmente parcial e influente.
Spielberg optou por uma trilha sonora suave, cenas belas e bem enquadradas. Sequências mais fortes são poucas, mas intensas o suficiente para o público entender a mensagem.
Impecavelmente bem produzido, como sempre, e com um relevante discurso político e humano.

Avaliação: ****

Read more...

Viver é Fácil com os Olhos Fechados (Vivir es Fácil con los Ojos Cerrados)

País: Espanha
Ano: 2013
Gênero: Comédia dramática
Duração: 109 min
Direção: David Trueba
Elenco: Javier Cámara, Francesc Colomer e Natalia de Molina.

Sinopse: em plena década de 60, Antonio (Javier Cámara), um modesto professor de inglês, é fã incondicional dos Beatles e sonha em conhecer seu ídolo, John Lennon. Para encontrar o seu "herói", o professor viaja até Almeria e no meio do caminho esbarra com dois jovens: Belén (Natalia de Molina) e Juanjo (Francesc Colomer), um garoto de dezesseis que está fugindo do pai autoritário. O encontro faz a vida de cada um tomar rumos imprevisíveis.

Crítica: o filme tem uma história simples e singela, leve e imensamente bela. Em meio à repressão da ditadura de Franco, na Espanha, 3 pessoas se encontram. O professor Antonio buscando realizar o sonho de conhecer John Lennon, que estava participando de um filme (com cenas gravadas na cidade de Almería); e Belén e Juanjo que fogem da repressão que vivem em casa. Ela está grávida e vive com outra família (longe da mãe até que tenha o bebê para ninguém da sua cidade – Málaga saber e ele que não suporta mais a rigidez do pai militar.
Antonio, na estrada, dá carona aos dois e, a partir daí, com humor e bons diálogos, eles vão se conhecendo. A ajuda é mútua. Participam da euforia de Antônio em ver seu astro e este, com sua experiência, dá um empurrãozinho para que os jovens encontrem seu caminho, resolvam suas dúvidas e amadureçam. Afinal, é difícil dar um passo adiante sem liberdade para pensar.
Javier Cámara é um excelente ator e, mesmo que o filme não seja nenhuma obra de arte, sua presença na trama já vale o ingresso.

Avaliação: ***

Read more...

Venuto al Mondo (Prova de Redenção)

País: Espanha/Itália
Ano: 2013
Gênero: Drama
Duração: 133 min
Direção: Sergio Castellitto
Elenco: Penélope Cruz, Emile Hirsch, Sergio Castellitto, Jane Birkin, Adnan Haskovic, Pietro Castellitto, Saadet Aksoy e Luca De Filippo.

Sinopse: em Sarajevo, durante a guerra, Diego (Emile Hirsch) e Gemma (Pelélope Cruz) formam um casal, mas a infertilidade dela começa a abalar o relacionamento. Gemma encontra uma criança que cria como se fosse sua, o que acaba afastando o marido. Anos mais tarde, com Diego já morto em confronto, ela leva o filho de volta ao local onde morava para ver uma exposição em memória às vítimas da guerra.

Crítica: o título original do filme é o mesmo do livro escrito por Margaret Mazzantini em que o roteiro é baseado – contando a história de uma mulher (Cruz) volta a Sarajevo com seu filho e revisita seu tumultuoso passado com o falecido marido (Hirsch).
Infelizmente, pouco se mostra do conflito de consequências gigantescas (mas quando ocorre é bem feito). O longa prende-se mais no romance de Gemma (Penélope Cruz) e de Diego (Emile Hirsch), contando como se conheceram e na luta constante para tentarem ter filhos.
Ao retornar a Saravejo (onde o conheceu; Diego era fotógrafo), Gemma, hoje casada com um militar, leva seu filho para saber mais de seu “pai”. Muitas revelações (muitas mesmo), em flashbacks, vêm à tona e são bastante surpreendentes.
Com uma direção mais focada e menos melodramática (alguns diálogos são teatrais e totalmente fora do contexto), a trama teria sido melhor aceita pelo público. A atuação de Emile Hirsch é extremamente fraca e nem Penélope Cruz consegue ser convincente como de costume.
De qualquer forma, o final inesperado já é um bom motivo para ver a película.

Avaliação: **

Read more...

Ed Sheeran - Jumpers for Goalposts

País: Reino Unido
Ano: 2015
Gênero: Documentário
Duração: min
Direção: Paul Dugdale
Elenco: Ed Sheeran e Elton John

Sinopse: o documentário reúne as três noites das maiores apresentações da carreira do cantor Ed Sheeran, realizadas em julho de 2015 no Estádio Wembley, em Londres, reunindo mais de 240 mil espectadores. Com músicas, imagens do show e entrevistas, a trajetória do cantor até o momento é rememorada, apresentando detalhes de sua vida nos bastidores e na estrada.

Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

Parceiras Eternas (Life Partners)

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Comédia
Duração: 95 min
Direção: Susanna Fogel
Elenco: Leighton Meester, Gillian Jacobs e Adam Brody.

Sinopse: Paige e Sasha são duas amigas inseparáveis há décadas. A cumplicidade, no entanto, acaba colocada à prova quando Paige se apaixona por um jovem e belo médico, enquanto Sasha, lésbica assumida, sai com diversas garotas imaturas.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

O Inquilino (The Tenants)

País: Alemanha/EUA
Ano: 2005
Gênero: Suspense
Duração: 97 min
Direção: Danny Green
Elenco: Dylan McDermott, Snoop Dogg, Rose Byrne e Seymour Cassel.

Sinopse: Lesser (Dylan McDermott) é um escritor de origem judaica que após dez anos de dedicação, está preste a finalizar sua obra literária. Vivendo sozinho em um prédio quase abandonado, descobre que não está só. Assim como ele, um outro morador passa a viver, ilegalmente. Trata-se de Willi (Snoop Dogg), um escritor negro que também escreve um livro. Lesser é prestativo. Oferecendo conselhos e críticas ao novo escritor. Mas a situação torna-se mais séria quando Irene Bell, uma ex-namorada de Willie, se envolve com Lesser.

Crítica: é um dos piores filmes a que assisti. Difícil definir sua história, que se perde totalmente, e seu gênero (oscilando entre comédia, drama e suspense).
Diálogos infantis (e bobos), discussões inúteis e atuações amadoras que destoam completamente do que poderia ser a trama. A impressão que fica é de que nem o diretor sabia onde queria chegar ou o que queria transmitir.
Uma total perda de tempo e de dinheiro. Fraco em todos os aspectos, sem qualquer mérito que salve o trabalho do diretor. 

Avaliação: *

Read more...

Goosebumps - Monstros e Arrepios (Goosebumps)

País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Aventura
Duração: 97 min
Direção: Rob Letterman
Elenco: Jack Black, Dylan Minnette e Odeya Rush.

Sinopse: Chateado por mudar de uma cidade grande para uma pequena, o adolescente Zach Cooper encontra uma esperança quando conhece Hannah, morando ao lado de sua casa. Mas acaba desobrindo que Hannah possui um pai misterioso - que na verdade é R. L. Stine, o autor da série Goosebumps.

Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma (Paranormal Activity: The Ghost Dimension)

País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Terror
Duração: 88 min
Direção: Gregory Plotkin
Elenco: Maria Olsen, Katie Featherston e Olivia Taylor Dudl.

Sinopse: quando se muda para uma nova casa com a família, Ryan Fleege descobre uma caixa com dezenas de fitas cassetes de décadas atrás. Estranhamente, as imagens parecem se comunicar com os vivos. Procurando mais, Ryan encontra uma câmera diferente, capaz de registrar atividades paranormais. Com a ajuda da esposa, do irmão e da filha, ele passa a gravar fenômenos malignos que ameaçam a sua família.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

S.O.S Mulheres ao Mar 2

País: Brasil
Ano: 2015
Gênero: Comédia
Duração: 102 min
Direção: Cris Damato
Elenco: Giovana Antonelli, Reynaldo Gianechini e Fabiula Nascimento.

Sinopse: Adriana, agora uma escritora bem-sucedida, segue feliz em seu romance com André, que está prestes a lançar sua mais nova coleção de moda durante um cruzeiro pelo Caribe. Porém, quando ela descobre que a bela ex-noiva do estilista irá acompanhá-lo em busca de uma reconciliação, Adriana convoca a irmã Luiza e Dialinda - sua ex-diarista que agora trabalha nos EUA - para uma nova aventura.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

terça-feira, 20 de outubro de 2015

A Pele de Vênus (La Vénus à la Fourrure)

País: França
Ano: 2015
Gênero: Comédia dramática
Duração: 93 min
Direção: Roman Polanski
Elenco: Emmanuelle Seigner e Mathieu Amalric.

Sinopse: a trama gira em torno de Vanda (Emmanuelle Seigner), atriz que se esforça para convencer o diretor Thomas (Mathieu Amalric) de que ela é a pessoa ideal para interpretar a protagonista de sua mais nova peça, inspirada em obra de Sacher Masoch.

Crítica: baseado em peça de David Ives, que por sua vez é inspirada em romance de Leopold von Sacher-Masoch, o longa é um incrível exercício narrativo. A montagem, o design de produção e trilha sonora completam, de forma primorosa, essa obra de arte.
O elenco enxuto, com apenas dois atores, dá a narrativa todo o poder de prender a atenção do espectador. O texto é impactante e a atuação de Emmanuelle Seigner (a melhor de sua carreira) é inesquecível. Ela vive Vanda, uma atriz louca para conseguir um papel na nova adaptação para os palcos do escritor Thomas (Mathieu Amalric). Inicialmente, Thomas não está nada disposto a deixar Vanda fazer seu teste, mas acaba convencido. Na sequência, acaba jogado para dentro da história e passa encenar a trama ao seu lado.
Ela é inconveniente, instável e sedutora. Ele é clássico e inseguro em vários sentidos. Ambos adentram em um jogo de cena em que características de ator e personagem irão se misturar.
O domínio em cena é total e, entre o drama e a comédia, o filme é inteligente ao construir momentos em que eles saem de forma abrupta da peça para realizar comentários sobre o texto, o cenário e até suas vidas pessoais.
É um cinema teatral que exige muita ousadia e talento, o que Polanski já demonstrou ter em outro ótimo filme (Deus da Carnificina, de 2012).

Avaliação: ****

Read more...

Antes de Dormir (Before I Go to Sleep)

País: Reino Unido/EUA
Ano: 2014
Gênero: Suspense
Duração: 92 min
Direção: Rowan Joffe
Elenco: Nicole Kidman, Colin Firth, Mark Strong e Anne-Marie Duff.

Sinopse: dia após dia, Christine Lucas (Nicole Kidman) desperta sem se lembrar de absolutamente nada que aconteceu em sua vida nos últimos 20 anos. Isto acontece devido a um acidente sofrido uma década atrás, que fez com que seu cérebro não consiga reter as informações recebidas ao longo do dia. Com isso, cabe ao seu marido Ben (Colin Firth) a tarefa de relembrá-la de sua vida, através de um mural de fotos e detalhes do passado. Além disto, ela passa por uma terapia sigilosa com o dr. Nasch (Mark Strong), que procura incitá-la a ter lembranças sobre o que aconteceu. Só que, aos poucos, ela percebe que nem tudo é o que parece ser.

Crítica:  o filme tem uma boa dose de suspense e de raciocínio. Os personagens são apresentados e temos que montar o quebra-cabeças sobre o que aconteceu e quem é quem, de fato.
As possibilidades de uma real identidade são várias e poder moldá-la como se quer (no caso de um amnésico) é o grande foco da trama. Esconder uma verdade, criar outra, inventar uma nova vida, tudo pode ocorrer quando a chance de fazer isso cai em mãos erradas. A memória é o nosso maior tesouro e, se o perdemos, nada parece fazer sentido.
A atuação de Nicole Kidman, como Christine (que perdeu suas lembranças após um grave acidente), é convincente. Já a de Colin Firth (Bem) passa longe das boas performances que estamos acostumados a ver, só melhorando na cena final, que, aliás, é tensa, pesada e violenta.
A trama é bem contada, não deixando nada em branco. Uma amiga e um médico ajudarão a desvendar o mistério, fazendo com que Christine recupere seu passado e viva seu presente e projete seu futuro.

Avaliação: ***

Read more...

Segredos de um Crime

País: Austrália/EUA
Ano: 2015
Gênero: Suspense, policial
Duração: 93 min
Direção: Matthew Saville
Elenco: Jai Courtney, Joel Edgerton, Tom Wilkinson e Melissa George.

Sinopse: Malcolm (Joel Edgerton) é um detetive respeitado pelos colegas policiais. Um dia, no entanto, ele acidentalmente atropela um garoto em uma bicicleta. Apesar de chamar a ambulância imediatamente, a vítima corre sério risco de morte. Malcolm pode ser preso pelo que fez, mas dois outros policiais decidem acobertar o caso, para ajudá-lo. Aos poucos, sentindo-se culpado, o detetive deseja contar toda a verdade. No entanto, se revelar todos os fatos, acabará incriminando também aqueles que o ajudaram.

Crítica: o filme promete mais do que cumpre. O suspense inicial perde o fôlego do meio para o final porque a história é morna, previsível e, sobretudo, mal contada. Não “fisga” o espectador e é revelada a passos lentos.
Nem as atuações são dignas de elogios. Um passatempo que, de fato, mereceu sair direto em DVD.

Avaliação: **

Read more...

Geronimo – Uma Lenda Americana (Geronimo: An American Legend)

País: EUA
Ano: 1993
Gênero: Faroeste
Duração: 115 min
Direção: Walter Hill
Elenco: Jason Patric, Gene Hackman, Robert Duvall, Wes Studi, Matt Damon, Steve Reevis e M. C. Gainey.

Sinopse: general tenta forçar o líder apache Gerônimo a deixar suas terras. O índio foge desafiando a autoridade do exército, que destaca 5000 homens para prendê-lo. Segue-se o que se tornaria uma das mais conhecidas caçadas humanas da história americana.

Crítica: o remake do filme de mesmo título (de 1962) traz uma belíssima fotografia (explorando o deserto dos EUA – ideal para o cenário da trama), boas atuações e uma produção de qualidade.
A escolha da história narrada pelo novato militar Davis (Matt Damon) é acertada e nos passa detalhes interessantes da vida e da cultura dos apaches. Em seu personagem, assim como o do Tenente Gatewood (vivido por Jason Patric), encontramos dúvidas entre o que é certo e errado e o desapontamento com o exército americano.
Baseada em fatos reais, revela o triste domínio do homem branco sobre a terra, antes sagrada para os índios. Violência, prisões, mentiras, tudo em nome do poder.
O ritmo constante e fluido da história capta a atenção do espectador.

Avaliação: ***

Read more...

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

O Clube (El Club)

País: Chile
Ano: 2015
Gênero: Drama
Duração: 97 min
Direção: Pablo Larraín
ElencoAlfredo Castro, Roberto Farías, Antonia Zegers, Jaime Vadell, Alejandro Goic, Marcelo Alonso, José Soza e Francisco Reyes.

Sinopse: um grupo eclético de sacerdotes convive com Mónica, uma freira, em uma casa na costa chilena. Quando não estão orando e expiando seus pecados, eles treinam seu cachorro para a próxima corrida. O que será que os levou até ali, praticamente no meio do nada, onde o vento sopra forte frequentemente? Quando um novo sacerdote se muda para lá, um homem começa a lhe fazer fortes acusações. Sua voz aumenta mais e mais até que um tiro soa. O padre evita as acusações dizendo ser suicídio. A igreja envia um investigador, mas será que ele realmente tem a intenção de descobrir a verdade ou apenas garantir que a aparência santa seja mantida?

Crítica: complicado definir ou qualificar o filme de Pablo Larraín: devastador, inquietante, voraz. Partindo da premissa de para onde vão os padres pedófilos e que cometem outros crimes, como cumplicidade em tortura e participação em adoção ilegal, o longa não poupa palavras (é seco, direto e perturbador) para expor duramente a verdade.
Todos os personagens são fortes e marcantes (com atuações espetaculares). Em uma casa, aparentemente calma, vivem cinco homens e uma mulher. A chegada de outro padre e o aparecimento de um morador da cidade vão desencadear muitos sentimentos antes guardados.
Um outro padre chega, mas por razões distintas do anterior. O mistério, o suspense e o temor estão sempre no ar.
Um dos méritos da trama está em instigar a imaginação do espectador. A partir da cena inicial, Larraín prefere sugerir atrocidades a mostrá-las em tela, deixando ao público a responsabilidade de construir mentalmente as suas próprias imagens. Este recurso torna o espectador, ativo, participativo, e faz com que compartilhe o desconforto dos personagens. Como um bom livro, o roteiro é econômico nos fatos, mas riquíssimo nas descrições, na atmosfera, nas sugestões, contribuindo para a antecipação do embate entre os personagens.
O elemento da culpa também é trabalhado em profundidade. A noção de arrependimento e de redenção, fundamentais à doutrina católica, ganha contornos problemáticos quando aplicada aos padres e à própria Igreja, que realmente acreditam na justificativa para seus atos monstruosos.
No caso, a Igreja tem vergonha desses padres, mas não consegue abandoná-los por completo, financiando o seu exílio e comprando o seu silêncio. Mesmo o novo padre, moralista, se cala diante dos crimes para não “sujar a imagem da Igreja”. Quanto aos próprios moradores da casa/internato, muitos deles sequer se consideram culpados.
Preconceito, fobia, valores deturpados, tudo está ali. Um filme difícil de digerir e de esquecer, mas necessariamente revelador e, portanto, fundamental.

Avaliação: ****

Read more...

Numa Escola de Havana (Conducta)

País: Cuba
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 108 min
Direção: Ernesto Daranas
Elenco: Armando Valdes Freire, Alina Rodriguez, Silvia Aguila e Yuliet Cruz.

Sinopse: a história de Chala (Armando Valdes Freire), um garoto de onze anos, que vive com sua mãe viciada em drogas e treina cães de briga para sustentar a casa. Indisciplinado na escola, está prestes a ser enviado para um centro de conduta, porém uma professora experiente resiste a tudo e a todos para não perder o garoto.

Crítica: a trama é interessante, mas completamente desinteressante ao se revelar tão novelesca e extensa (cenas se repetem em demasia e o filme parece não sair do lugar).  
Tal escolha interfere de forma negativa no cenário e na edição de som. E para piorar o elenco é de amadores, com exceção de Alina Rodriguez, no papel de uma experiente professora.
Críticas (ainda que superficiais) ao regime político do país são válidas.
Infelizmente, uma história de relações humanas mal dirigida.

Avaliação: **

Read more...

Perdido em Marte (The Martian

País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Ação
Duração: 141 min
Direção: Ridley Scott
ElencoMatt Damon, Jessica Chastain, Kate Mara, Jeff Daniels, Chiwetel Ejiofor, Sean Bean, Donald Glover, Sebastian Stan, Michael Peña e Kristen Wiig.

Sinopse: durante uma missão tripulada a Marte, astronauta Mark Watney é dado como morto após uma tempestade feroz e deixado para trás por sua tripulação. Mas Watney sobreviveu e encontra-se encalhado e sozinho no planeta hostil. Com apenas suprimentos escassos, ele deve contar com a sua criatividade, engenho e espírito de subsistir e encontrar uma maneira de sinalizar para a Terra que ele está vivo.

Críticanem Ridley Scott consegue salvar um tema já tão batido no cinema. Fora a produção bem feita, nada no longa-metragem merece destaque, quanto mais 4 indicações ao Oscar.
Sem originalidade e atuações excepcionais, é um filme mediano. Chega a ser enfadonho em certos momentos, pecando na extensão da trama: são duas horas e 20 minutos, onde praticamente o único ator em cena é Matt Damon, e o final feliz é garantido. 
Avaliação: a conferir

Read more...

A Colina Escarlate (Crimson Peak)

País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Terror
Duração: 119 min
Direção: Guillermo del Toro
Elenco: Mia Wasikowska, Jessica Chastain, Tom Hiddleston, Jim Beaver e Charlie Hunnam.

Sinopse: apaixonada pelo misterioso Sir Thomas Sharpe (Tom Hiddleston), a escritora Edith Cushing (Mia Wasikowska) muda-se para sua sombria mansão no alto de uma colina. Habitada também por sua fria cunhada Lucille Sharpe (Jessica Chastain), a casa tem uma história macabra e a forte presença de seres de outro mundo não demora a abalar a sanidade de Edith.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Amy


País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Documentário
Duração: 127 min
Direção: Asif Kapadia
Elenco: Amy Winehouse, Peter Doherty e Yasiin Bey.

Sinopse: ainda adolescente, Amy Winehouse já demonstrava para a família o talento vocal que possuía. Aos 18 anos ela já fazia shows na Inglaterra e, com o tempo, passou a ganhar fama. O sucesso do álbum "Back to Black" a tornou uma celebridade mundial, mas também fez com que seus problemas com álcool e drogas aumentassem exponencialmente.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Os Árabes Também Dançam (Dancing Arabs)

País: Israel/Alemanha/França
Ano: 2015
Gênero: Drama
Duração: 105 min
Direção: Eran Riklis
Elenco: Tawfeek Barhom, Michael Moshonov e Yaël Abecassis.

Sinopse: Eyad, um jovem árabe e orgulho de seus pais, vive com a família em Tira. Ele é aprovado em uma grande universidade em Jerusalém. Quando se muda, ele parece não se enquadrar no novo ambiente, pois é tímido e não é fluente em hebraico. Naomi, uma colega de classe, é a única a se aproximar. Eles tornam-se bons amigos. Com o passar do tempo, Eyad se insere na vida social da universidade, mas ainda sofre preconceitos por ser árabe.

Críticaa coprodução israelense, francesa e alemã, baseada no romance do escritor israelense de família árabe Sayed Kashua, aposta na história de adaptação de um jovem árabe na sociedade judia israelense para explicar o conflito árabe-israelense.
O protagonista é Eyad (Razi Gabareen), um palestino nascido em Israel que vai estudar em uma rígida escola israelense e sofre com o preconceito de colegas e professores. Eyad é um menino-prodígio que soluciona uma charada impossível em um programa de TV e é o orgulho do pai, que anos antes foi preso por um atentado.
As coisas pioram na escola quando Eyad se apaixona por uma colega de classe, Naomi (Danielle Kitzis), e precisa manter o romance em segredo. Ele também faz amizade com Yonatan (Michael Moshonov), um rapaz que usa cadeira de rodas. Yonatan é o tipo sensível e complexo.
A trama aborda, de forma leve, o conflito, investe no humor e traz boas atuações. Uma das boas cenas se dá na sala de aula de literatura quanto Eyad fala o que pensa sobre o que escrevem os autores israelenses, sendo citado Amós Oz (um dos mais famosos).
Na verdade, o que surpreende é o desfecho, bastante inusitado e ousado.
Avaliação: **

Read more...

Terra de Maria (Mary’s Land)

País: Espanha
Ano: 2013
Gênero: Documentário/Ficção
Duração: 119 min
Direção: Juan Manuel Cotelo
Elenco: Clara Cotelo, Juan Manuel Cotelo e Carmen Losa.

Sinopse: um advogado que trabalha para o Diabo é comissionado para ir à Terra e realizar uma investigação: o que acontece nas cabeças daqueles que acreditam no Céu e em seus fundamentos? As descobertas dele definirão o futuro da raça humana.

Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

Operações Especiais

País: Brasil
Ano: 2015
Gênero: Ação
Duração: 99 min
Direção: Tomás Portella
Elenco: Cleo Pires e Marcos Caruso.

Sinopse: Rio de Janeiro, 2010. Formada em turismo e trabalhando como atendente em um hotel, Francis se anima com a possibilidade de entrar para a polícia civil. Ela presta o concurso e, após ser aprovada, passa a frequentar o curso de habilitação para policial. Trata-se do mesmo período em que ocorreu a invasão no Complexo do Alemão, com traficantes de vários morros cariocas fugindo para cidades periféricas. É o que acontece em São Judas do Livramento, cidade no interior do estado do Rio de Janeiro, que passa a lidar com uma onda de crimes sem precedentes. Para combatê-los é enviada a unidade liderada pelo incorruptível delegado Paulo Froes, que conta com a presença da ainda iniciante Francis. No batalhão ela precisa lidar com a desconfiança dos demais policiais, especialmente Roni, e também com as dificuldades da profissão, dos perigos inerentes ao ofício e a corrupção existente ao seu redor.

Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

A Possessão do Mal (The Possession of Michael King)

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Terror
Duração: 83 min
Direção: David Jung
Elenco: Shane Johnson, Ella Anderson e Cara Pifko.

Sinopse: Michael King (Shane Johnson) não acredita em religião, espiritismo ou fatos paranormais. Enfrentando a morte da esposa, ele decide fazer seu próximo filme ligado à busca da existência de forças sobrenaturais. Michael permite que vários praticantes de artes ocultas testem os rituais mais pesados nele na intenção de provar que tudo é um mito. Porém, algo acontece.
Crítica:

Avaliação: a conferir

Read more...

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Aliança do Crime (Black Mass)

País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Policial
Duração: 122 min
Direção: Scott Cooper
Elenco: Johnny Depp, Joel Edgerton, Benedict Cumberbatch, Kevin Bacon, Dakota Johnson, Jesse Plemons, Corey Stoll e Peter Sarsgaard.

Sinopse: Whitey Bulger (Johnny Depp), irmão de um senador dos Estados Unidos, foi um dos criminosos mais famosos da história do sul de Boston. Ele começou a trabalhar como informante do FBI para derrubar uma família de mafiosos, mas foi traído pela agência, tornando-se um dos homens mais procurados do país. Baseado em uma história real.

Crítica: o maior destaque do filme é a atuação de Johnny Depp (Bulger), que convence e traz outras expressões e olhares, não lembrando em nada trabalhos anteriores. Apesar de a maquiagem (ele está careca e enrugado) ter sido mal feita. Outro destaque é Joel Edgerton, no papel de John Connolly, seu amigo desde a infância em um bairro pobre do sul de Boston, dominado pelos irlandeses, que se tornou um agente do FBI.
A história em si, apesar de não ser marcante como costumam ser os filmes de máfia, ou de causar intensidade, drama, furor e entretenimento no espectador, é bem contada, tem cenas violentas e um diálogo à altura.
O personagem complexo (Cooper não poupa os espectadores de cenas brutais que marcaram a carreira de Bulger, um psicopata e um sádico) foi o segundo homem mais procurado dos Estados Unidos, atrás apenas de Osama bin Laden.
Connolly convence os chefes que pode acabar com a máfia italiana da cidade se Bulger receber proteção para obter informações e provas. O pacto tem sucesso inicialmente e a carreira de Connolly avança, enquanto paralelamente Bulger desenvolve um império que vai de jogos ilícitos e extorsões até o tráfico de drogas.
Mas quando fica evidente que Connolly não controla o suposto informante, a queda de Bulger passa a ser uma questão de tempo.
O filme termina com a detenção de Connolly e dos comparsas de Bulger, enquanto este se transforma em um fugitivo em 1994 e escapa da prisão por 17 anos, sendo preso somente em 2011. Condenado à prisão perpétua, acusado de participação em 11 assassinatos, ele completou no mês de setembro 86 anos.

Avaliação: ***

Read more...

Boychoir

País: EUA
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 93 min
Direção: François Girard
Elenco: Garrett Wareing, Dustin Hoffman, Kathy Bates e Josh Lucas.

Sinopse: Stet (Garrett Wareing), um confuso garoto-problema de 11 anos de idade, sofre com a recente morte de sua mãe solteira em um acidente de carro. Ele acaba em um internato, onde ele se sente um peixe fora d'água. Logo, ele bate de frente com o maestro do coral do colégio, Carvelle (Dustin Hoffman), que reconhece algo especial na voz de Stet.  O professor vai influenciá-lo a descobrir seu dom criativo na música e o jovem rebelde vai provar que consegue atingir os padrões exigidos para participar do coral, orgulho da famosa escola.

Crítica: o filme não traz nenhuma história inédita, mas tem uma história bem contada e traz boas atuações, sobretudo a de Garrett Wareing (no papel do protagonista Stet) e dos veteranos Dustin Hoffman e Kathy Bates, professor e diretora de uma escola de música, respectivamente.
A trama inicia-nos apresentando o mau comportamento de Stet na escola e, logo em seguida, sua mãe alcóolatra. Ela morre em um acidente e ele tem apenas um pai que não o reconhece (já tinha outra família quando conheceu a mãe de Stet).
Quem tentará, de fato, ajudá-lo é a diretora da escola que, acreditando no potencial de sua bela voz, o indicará para ter aulas com um professor de coro de uma das melhores escolas americanas.
A adequação de ambos os lados será difícil, mas Stet consegue superar o que o impedia de seguir em frente e progride como pessoa. E outros problemas virão...
O final, quanto ao seu futuro, é um pouco diferente do atual.

Avaliação: ***

Read more...

La Once (Hora do Chá)

País: Chile
Ano: 2015
Gênero: Documentário
Duração: 70 min
Direção: Maite Alberdi
Elenco: -

Sinopse: uma vez por mês, religiosamente, há 60 anos, um grupo de velhas amigas se reencontra, sem se perder de vista desde o final da escola secundária, num colégio católico. O tempo, que inevitavelmente passa, e transformou suas fisionomias e histórias pessoais, parece infiltrar-se com delicadeza entre a passagem de xícaras de chá, pedaços de bolo e outros quitutes. Ainda que tenham vivido por tempos de duras transformações históricas e políticas no Chile, essas turbulências parecem nunca vir à mesa, ou abalar sua amizade. Suas conversas giram em torno do passado, mas também incorporam discussões eternas sobre a fidelidade dos homens e a mudança dos costumes.

Crítica: foi o filme indicado do Chile para concorrer à categoria de Melhor Filme Estrangeiro em 2015.
Bem editado e produzido, conta a história de 11 senhoras que se encontram há 60 anos para tomar um chá (todo mês).
Conversas interessantes, lembranças boas e ruins, diferenças, conservadorismo, modernidade – elas fazem um balanço disso tudo em seus encontros.
Uma lê cartas de seu esposo já falecido, outra conta as traições que perdoou, uma relata como conheceu seu amado, como foi a primeira noite, a música que marcou suas vidas e por aí vai.
Além da hora do chá, elas sempre juntam um dinheiro para irem a um lugar para descansar e passear (um hotel fazenda, um spa, um local turístico). É a forma de vencerem a depressão e viverem a terceira idade com mais dignidade.
Álbuns de fotografia vão mostrando (do 60º ao 64º) as que não participam mais, por motivo de doença ou falecimento).
Mas a memória de quem ficou permanece viva para contar o que ali viveram e as tardes e os momentos agradáveis que compartilharam.
Um filme belo e sensível.       

Avaliação: ***

Read more...

Longe deste Insensato Mundo (Far from the Madding Crowd)

País: EUA/Reino Unido
Ano: 2015
Gênero: Drama
Duração: 119 min
Direção: Thomas Vinterberg
Elenco: Carey Mulligan, Matthias Schoenaerts, Micahel Sheen, Tom Sturridge e Juno Temple.

Sinopse: a jovem Bathsheba Everdene (Carey Mulligan) é forte, independente e cercada de admiradores. Por isso, ela vive um grande dilema amoroso, tendo de escolher um entre três pretendentes. Um deles é o pastor Gabriel Oak (Matthias Schoenaerts). O segundo é o fazendeiro William Boldwood (Michael Sheen) e o terceiro é o sargento Troy (Tom Sturridge).

Crítica: esta é a quarta e, provavelmente, a melhor adaptação cinematográfica do romance homônimo de 1874 de Thomas Hardy.
Não é uma obra-prima, mas um filme muito bom. Cenários deslumbrantes, figurino exemplar, atuações fortes num elenco bem afinado com a história.
Há que se ressaltar que há um exagero para o lado emotivo e romântico envolvendo a camponesa Bathseba (cujos pais morreram quando ainda era criança e teve que aprender os ofícios do campo logo cedo) que perdeu sue os três homens que aparecerão em sua vida, mas sem se distanciar do enfoque que é mostrar uma mulher independente e batalhadora, que consegue se manter só e sem pensar somente em casamento, o que é quase impossível no século XIX.
A trama tem uma eficiente narrativa, que não cansa o espectador, a direção é firme (do diretor dinamarquês, também responsável pelos ótimos filmes “A Caça” e “Festa de Família) e as atuações na medida certa são uma das razões para o sucesso do longa.
Bathsheba conhece, primeiramente, um jovem fazendeiro, Gabriel Oak, que a pede repentinamente em casamento, mas o pedido é negado. Após receber como herança de um tio a fazenda em que nasceu, ela muda-se para uma região mais urbana, enfrenta as dificuldades financeiras e o preconceito de uma sociedade machista. Lá é cortejada por mais dois homens: um rico fazendeiro, Boldwood; e um soldado, Frank, iludido com o repentino sumiço de sua amada. Surgem, então, conflitos, dúvidas, desencontros, desilusões e um final que será trágico para dois personagens.
A trilha sonora do filme (excepcional) é um destaque à parte. Numa das cenas, é a própria Carey Mulligan (interpretando Bathsheba) que canta.


Avaliação: ***

Read more...

Simshar

País: Malta
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 101 min
Direção: Rebecca Cremona
Elenco: Lotfi Abdelli, Sékouba Doucouré e Adrian Farrugia.

Sinopse: o pré-adolescente Theo (Adrian Farrugia) embarca em sua primeira viagem de pescaria no barco Simshar, ao lado de seu pai, seu avô e Moussa (Sékouba Doucouré), um migrante do Mali. Porém, a viagem vai de mal a pior e o barco afunda, deixando a tripulação em alto mar. Simultaneamente, o médico Alex (Mark Mifsud) é designado a resgatar um grupo de africanos encalhados em um barco, sobre o qual os países Malta e Itália entraram em conflito para decidir de quem seria a responsabilidade do salvamento.

Crítica: o longa foi indicado como o representante da Malta para concorrer a uma vaga na disputa pelo Oscar 2014 de melhor filme estrangeiro. É a primeira vez que um filme do país é indicado para concorrer à premiação.
A história é baseada em uma tragédia real envolvendo uma navegação nas águas maltesas em 2008, o que já garante parte da atenção do público.
O filme, produzido em 2004, antecipou o momento conflituoso que vivemos hoje quanto à onda de imigrantes/refugiados para a Europa. A ótima produção contou com muitos figurantes e atores em atuação convincente.
Tenso em muitos momentos (às vezes com cenas mais contemplativas onde as expressões humanas são o foco), o longa cumpre seu papel ao mostrar uma situação grave, complexa, sem solução aparente até então e, acima de tudo, bem atual.


Avaliação: ***

Read more...

Peter Pan (Pan)

País: EUA
Ano: 2015
Gênero: Aventura
Duração: 111 min
Direção: Joe Wright
Elenco: Hugh Jackman, Garrett Hedlund e Jimmy Vee.

Sinopse: aos 12 anos de idade, Peter é conhecido pelo comportamento rebelde, que sempre o coloca em problema nos orfanatos por onde passa. Uma noite, ele recebe uma chamada para conhecer um mundo mágico: a Terra do Nunca. Neste local, Peter conhece novos amigos, como a guerreira Tiger Lily, e enfrenta vilões, como o pirata Barba Negra. O garoto também descobre pistas sobre o mistério de sua mãe, que o abandonou num orfanato. Ao longo desta aventura, o menino comum transforma-se no famoso Peter Pan.

Crítica:

Avaliação: a conferir  

Read more...

Bilheterias Brasil - TOP 10

Seguidores

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP