sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O Discurso do Rei

Título original: The King’s Speech
País: Reino Unido/Austrália
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 118 min
Direção: Tom Hooper
Elenco: Colin Firth, Geoffrey Rush, Helena Bonham Carter, Guy Pearce, Michael Gambon, Anthony Andrews, Timothy Spall, Jennifer Ehle e Derek Jacobi.

Sinopse: filme sobre um rei britânico gago – pai da atual rainha Elizabeth II da Inglaterra, que teve que superar o problema para conduzir seu império na guerra. O rei George VI (Colin Firth) sofria de uma gagueira nervosa e, como monarca, hesitava assumir o poder depois da abdicação de seu irmão em 1936, devido à sua situação. Para solucionar tal empecilho, ele contrata o pouco ortodoxo terapeuta australiano (Geoffrey Rush).

Crítica: ao término da sessão, a sensação é excelente, por ter assistido a um filme como há muito tempo não se vê. Digno de Oscar, sim.
O roteiro certeiro, a direção primorosa, a trilha sonora espetacular, os cenários perfeitos e a interpretação maestral de Colin Firth garantem, com certeza, tanto sucesso perante o público. Vale salientar também o brilho de Geoffrey Rush, como o terapeuta nada tradicional, e a atuação discreta e precisa de Helena Bonham Carter, como esposa do rei.
Um pequeno defeito do rei George VI – ser gago – ganha nas mãos do diretor Tom Hooper um poder incrível, com diálogos inteligentes e divertidos. A cada passo, a cada acontecimento, o filme flui com mais dinamismo.
Além disso, a trama é situada numa abragente abordagem política da época.
Imperdível!!!

Avaliação: *****

Read more...

As Aventuras de Sammy

Título original: Sammy’s Adventures: The Secret Passage
País: Bélgica
Ano: 2010
Gênero: Animação
Duração: 88 min
Direção: Ben Stassen
Elenco: -

Sinopse: a história de uma tartaruga marinha, desde o seu nascimento em 1959 até a sua maturidade em 2009. Em uma épica jornada, ela viaja pelos oceanos do mundo inteiro e testemunha as consequências do aquecimento global, assim como as principais alterações que a presença do homem está causando em nosso planeta.

Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

Caça às Bruxas

Título original: Season of the Witch
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: Aventura
Duração: 99 min
Direção: Dominic Sena
Elenco: Nicolas Cage, Ron Perlman, Stephen Graham, Ulrich Thomsen, Stephen Campbell Moore e Claire Foy.

Sinopse: Behmen (Nicolas Cage) é um cavaleiro que, depois de vários anos lutando nas Cruzadas, perdeu algumas batalhas, muitos amigos e até a fé. De volta à sua terra natal, ele encontra uma Europa devastada pela fome e a peste negra. Neste cenário de destruição ele se une a um grupo de guerreiros encarregados de levar uma garota, suspeita de ser bruxa, para um monastério distante. Não leva muito tempo até o grupo perceber que a jovem possui forças sobrenaturais, e que eles estão prestes a enfrentar um mal além da nossa compreensão.
Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

Deixe-me Entrar

Título original: Let me in
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 115 min
Direção: Matt Reeves
Elenco: Chloe Grace Moretz, Kodi Smit-McPhee, Richard Jenkins, Cara Buono, Sasha Barres e Elias Koteas.

Sinopse: Owen (Kodi Smit-McPhee) é um garoto de 12 anos sempre satirizado pelos garotos de escola e negligenciado por seus pais, que estão a se divorciar. Com tanta solidão, Owen passa os seus dias planejando a vingança e as noites espiando o que acontece na vizinhança. Abby (Chloe Moretz), menina independente que mora com seu silencioso pai (Richard Jenkins), se torna sua única amiga. Frágil como Owen, Abby só aparece à noite, sempre descalça, aparentemente imune à neve do inverno. Os dois se identificam e logo fazem uma relação única. Quando uma série de assassinatos coloca a cidade em alerta, o pai da garota desaparece. Ele não aceita a ajuda de Owen, e seu comportamento bizarro faz o garoto pensar que Abby esconde algum segredo obscuro.

Curiosidade: refilmagem do terror sueco 'Deixe ela Entrar' (Let the Right One In).
Chloe Moretz, que despontou para a fama com 'Kick-Ass', vive a vampira Abby.
Crítica: não acrescenta muito aos filmes do gênero, mas é assustador o bastante para os fãs do terror, sobretudo na fase ‘teen’.
A produção caprichou no remake e deu conta do recado.

Avaliação: ***

Read more...

Lixo Extraordinário

Título original: Waste Land
País: Brasil/Reino Unido
Ano: 2010
Gênero: Documetário
Duração: 90 min
Direção: Karen Harley, João Jardim e Lucy Walker
Elenco: -

Sinopse: mostra o contato do artista plástico Vik Muniz com os catadores de material reciclável do Aterro do Jardim Gramacho, maior da América Latina, localizado no Rio de Janeiro. A partir da experiência, surge um novo combustível criativo para Vik e, como contrapartida, os catadores diminuem sua distância com a arte e conseguem condições melhores de vida.

Crítica: o documentário, feito a seis mãos, apresenta o contato do artista plástico Vik Muniz com os catadores de material reciclável.
A ideia é boa, mas falta entrosamento entre o artista e os catadores. A atitude é inspiradora, mas o tom arrongante de Vik incomoda por manter distantes os outros personagens da história.
Só a partir de um determinado momento, é que eles parecem entrar em harmonia com a câmera e entre eles mesmos. Sem exagero, é um início estranho.
O final é minimamente feliz para todos: Vik conseguiu se renovar e os catadores de material reciclável ganham visibilidade.
Vale lembrar que é uma dura crítica a uma sociedade que finge não vê-los.

Curiosidade: Melhor Filme (Público) da Mostra Panorama e Prêmio Anistia Internacional do Festival de Berlim de 2010.
Melhor Documentário Internacional (Público) e Indicado ao Prêmio do Júri do Festival de Sundance 2010.
Prêmio Especial do Júri em Paulínia (SP) 2010.

Avaliação: **

Read more...

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

O Turista

Título original: The Tourist
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: Suspense
Duração: 103 min
Direção: Florian Henckel von Donnersmarck
Elenco: Johnny Depp, Angelina Jolie, Jennifer Connelly, Paul Bettany, Rufus Sewell, Bruno Wolkowitch, Julien Baumgartner e Clément Sibony.

Sinopse: remake do francês “Anthony Zimmer: A Caçada” e que se passa em Paris e Veneza, conta a história de Elise (Angelina Jolie) uma mulher que usa o turista Frank (Johnny Depp) para tentar se livrar de um criminoso com quem ela teve um caso.

Crítica: fazer um remake de um longa produzido em 2005 (tão recente) não parece fazer muito sentido. É o que acontece com “O Turista” que, apesar das duras críticas, já arrecadou milhões em bilheteria pelo mundo afora.
A superprodução, com uma trama repleta de reviravoltas mirabolantes e a falta total de química entre os protagonistas, deixou clara a ausência de algo mais ao filme, que vale somente como passatempo de categoria “B”.
Dessa vez, nem os caríssimos atores protagonistas (Angelina Jolie e Johnny Depp) fazem jus ao merecimento pelo trabalho.
O elogio cabe exclusivamente à fotografia e às imagens belíssimas de lugares, como Paris e Veneza.

Avaliação: **

Read more...

Biutiful

Título original: Biutiful
País: Espanha/México
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 147 min
Direção: Alejandro González Iñárritu
Elenco: Javier Bardem, Blanca Portillo, Maricel Álvarez e Rubén Ochandiano.

Sinopse: Uxbal (Javier Bardem) é um médium que explora africanos e chineses ilegais na Espanha até ele saber que possui uma doença terminal.

Curiosidade: do mesmo diretor de Amores Brutos, 21 Gramas e Babel.

Crítica: forte, profundo e, muitas vezes, incômodo. Expõe ao telespectador o lado negro do ser humano. Denuncia as mazelas e diferenças sociais gritantes, diante de toda uma sociedade hipócrita.
As críticas nesse sentido são a marca registrada do cineasta Iñárritu que, nesse longa, foca as péssimas condições da vida clandestina e nada digna a que se submetem os imigrantes africanos e chineses na Europa, mais especificamente na Espanha.
As interpretações são excelentes, tendo no centro de toda a história Javier Bardem, com um talento que dispensa comentários.
O círculo vai se fechando e asfixiando todos os envolvidos no sistema. Comovente, é literalmente uma ‘porrada’ na nossa confortável vidinha.

Avaliação: ****

Read more...

Brasil Animado

Título original: Brasil Animado
País: Brasil
Ano: 2010
Gênero: Animação
Duração: 75 min
Direção: Mariana Caltabiano
Elenco: -

Sinopse: Relax convence Stress a procurar a árvore mais antiga do mundo. Stress fica animado com a possibilidade de ganhar dinheiro com essa “raridade”. O problema é que eles não sabem exatamente onde está a árvore. Stress e Relax saem em busca do “Grande Jequitibá Rosa” e acabam descobrindo algo muito maior: o Brasil.

Curiosidade: 'Brasil Animado' será filmado em tecnologia 3D, com cenas no Rio de Janeiro, Salvador, e até mesmo Amazonas e nas Cataratas do Iguaçu.
Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

O Louco Amor de Yves Saint Laurent

Título original: L´Amour Fou
País: França
Ano: 2010
Gênero: Documentário
Duração: 98 min
Direção: Pierre Thoretton
Elenco: -

Sinopse: o empresário Pierre Bergé abre seu coração e as portas de suas propriedades para narrar seu caso de cinquenta anos com o costureiro franco-argelino Yves Saint Laurent (1936-2008). Também está no foco o leilão milionário feito com as obras de arte do casal. Conta, em clima de melancolia, um pouco da carreira e da vida pessoal de um dos mais importantes estilistas do século 20. Cenas reais do momento no qual o estilista se despede publicamente da profissão, e depois do velório e do enterro de YSL, em 2008, são o ponto de partida da história contada pelo empresário francês Pierre Bergé. Com a morte do estilista, em 2008, Bergé decide se desfazer dos objetos de arte adquiridos pelo casal ao longo de trinta anos, promovendo o que foi considerado o mais lucrativo leilão da história. A coleção, que continha antiguidades e obras de artistas como Matisse, Mondrian e Picasso, foi leiloada pelo valor total de 370 milhões de euros.

Crítica: Pierre Bergé narra a vida ao lado companheiro de Yves Saint Laurent, tendo como gancho o leilão de todas as obras de arte e antiguidades adquiridas durante o relacionamento.
Detalhes do início da carreira, de como se conheceram, das coleções de moda, dos momentos de criação, dos amigos, das viagens, dos locais onde viveram, dos altos e baixos, do comportamento de cada um diante das situações, tudo é contado, com emoção, mas jamais apelando para a pieguice.
Vale a pena conferir.
Avaliação: ***

Read more...

Amor e Outras Drogas

Título original: Love and Other Drugs
País: EUA
Ano: 2011
Gênero: Comédia romântica
Duração: 113 min
Direção: Ed Zwick
Elenco: Jake Gyllenhaal, Anne Hathaway e Oliver Platt.

Sinopse: o filme, baseado em fatos reais sobre a indústria farmacêutica, é uma adaptação do livro de James Reidy, que trabalhou na empresa Pfizer. Jake Gyllenhaal fará o papel de um representante comercial da empresa e Anne Hathaway, uma mulher vítima de mal de Parkinson.

Crítica: não se trata de uma comédia, mas sim de um romance ralo e previsível como os tantos já filmados.
O que vale aqui é a crítica à indústria farmacêutica e à máfia dos laboratórios que tem como único fim o lucro.
Com uma introdução boba, a história do garanhão que um dia vai se apainonar perdidamente (como se isso fosse novidade), cenas de nudez em excesso e a ausência de química entre o casal protagonista, onde tudo parecia acontecer mecanicamente, só devem mesmo agradar a um público nada seleto.

Avaliação: **

Read more...

Duas Mulheres

Título original: Duas Mulheres
País: Portugal
Ano: 2009
Gênero: Drama
Duração: 100 min
Direção: João Mário Grilo
Elenco: Beatriz Batarda, Débora Monteiro e Virgílio Castelo.

Sinopse: narra as descobertas sexuais de Joana (Beatriz Batarda), uma psiquiatra de 40 anos que, casada com o executivo de uma grande empresa, se envolve com uma paciente, a modelo Mônica (Débora Monteiro).

Crítica: a trama não teve muita repercussão internacional. Com aparência de folhetim e personagens sem muita profundidade, apela para a tragicidade, que fica por conta do marido traído ao descobrir o romance. As atuações são razoáveis.
Um pouco mais de tato faria bem à fita.

Avaliação: **

Read more...

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte I

Título original: Harry Potter and the Deathly Hallows: Part I
País: Reino Unido/EUA
Ano: 2010
Gênero: Aventura
Duração: 153 min
Direção: David Yates
Elenco: Helena Bonham Carter, Emma Watson, Tom Felton Alan Rickman, Daniel Radcliffe, Ralph Fiennes, Bill Nighy, Jason Isaacs, Bonnie Wright, Rupert Grint e John Hurt, Jamie Campbell Bower, Michael Gambon, Ciarán Hinds, Rhys Ifans e Maggie Smith.

Sinopse: o poder de Voldemort está aumentando cada dia mais. Ele agora tem o controle sobre o Ministério da Magia e de Hogwarts. Harry, Rony e Hermione decidem terminar o trabalho de Dumbledore e encontrar o resto das Horcruxes para derrotar o Lorde das Trevas. Mas a esperança continua pouca para eles, então tudo o que eles fazem tem que sair como planejado.

Crítica
: esse filme da série não agradou muito, apesar da grande produção e dos cenários incríveis. Faltou ação e pouco acontece no filme. Baseado no sétimo livro da série de livros Harry Potter, de J.K. Rowling, o longa foi dividido em duas partes, devido ao extenso volume da obra.

Avaliação
: ***

Read more...

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

A Morte e Vida de Charlie

Título original: The Death and Life of Charlie St. Cloud
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 99 min
Direção: Burr Steers
Elenco: Zac Efron, Charlie Tahan, Amanda Crew, Augustus Prew, Donal Logue, Kim Basinger, Ray Liotta e Dave Franco.

Sinopse: Charlie (Zac Efron) luta para superar a morte do irmão mais novo, Sam (Liam James). A saudade que sente do irmão é tão grande que ele passa a trabalhar como zelador do cemitério, no qual o caçula está enterrado. Mas, quando chega uma garota, Charlie terá de escolher entre viver a paixão ou cumprir uma promessa que fez
a Sam.

Crítica:
a trama tenta tratar, com sensibilidade, temas sobrenaturais e a vida após morte. Mas exagera na comoção, tornando o filme um pouco piegas.
Rostinhos bonitinhos demais, comportamentos exemplares, tudo parece muito perfeito e não convence.
A produção é caprichada, mas a história não passa de “sessão da tarde”.

Avaliação: **

Read more...

Desenrola

Título original: Desenrola
País: Brasil
Ano: 2010
Gênero: Comédia
Duração: 88min
Direção: Rosane Svartman
Elenco: Marcelo Novaes, Letícia Spiler e Kayky Brito.

Sinopse: Priscila, uma adolescente de 16 anos, faz descobertas no amor e na vida. Uma comédia bronzeada que enquadra as angústias da adolescência. num cartão-postal inofensivo.

Crítica:
a história não é ruim, mas também não surpreende. O círculo se fecha do início ao final com uma estrutura linear. A interpretação da atriz protagonista é boa. Funciona como uma boa sessão de ‘Malhação’.

Avaliação: **

Read more...

O Mágico

Título original: The illusionist
País: Reino Unido/França
Ano: 2010
Gênero: Animação
Duração: 80min
Direção: Sylvain Chomet
Elenco: Jean-Claude Donda, Edith Rankin e Jil Aigrot.

Sinopse: mágico decadente se apresenta em bares falidos quando conhece uma fã que mudará sua vida.

Crítica: o diretor Sylvain Chomet (o mesmo de ‘As Bicicletas de Belleville’ apropriou-se do roteiro de Jacque Tati (1907-1982), o Charles Chaplin do cinema francês, fazendo pequenas alterações, como por exemplo, transferindo o cenário de Praga para as cidades de Paris, Londres e Edimburgo e trocando a galinha da história original por um impagável coelho de maus bofes, sempre disposto a morder dedos humanos.
A história se passa em 1959 e retrata a sina de um mágico decadente, uma figura alta e desengonçada.
O mágico sem nome corporifica a dignidade de uma profissão aperfeiçoada em toda a vida que vem perdendo público e ameaça não mais garantir sua sobrevivência. Um tema que sempre atravessou toda a obra de Tati.
O filme não possui quase diálogos e nem precisa. As expressões e movimentos de seus personagens, as situações vividas por eles e a recriação dos cenários sempre dinâmicos dizem tudo. A produção técnica é apurada e a trilha sonora, muito bem selecionada.
Expressivo sim, porém um pouco melancólico. Não é tão envolvente como ‘As Bicicletas de Belleville” e, decididamente, é uma animação para adultos.
A animação retrô está colecionando prêmios, como os do National Board of Review e o European Film Award, e concorre a outros, como o Globo de Ouro de Melhor Animação e o Bafta de Melhor Realização Técnica.

Avaliação: ***

Read more...

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Não Me Abandone Jamais

Título original: Never Let Me Go
País: Reino Unido / EUA
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 103 min
Direção: Mark Romanek
Elenco: Keira Knightley, Carey Mulligan, Andrew Garfield, Charlotte Rampling, Sally Hawkins, Domhnall Gleeson, Charlie Rowe, Andrea Riseborough e Ella Purnell.

Sinopse: baseado num elogiado best-seller de Kazuo Ishiguro, Não me Abandone Jamais é uma bela história de amor, perda e verdades encobertas. Kathy (Carey Mulligan), Tommy (Andrew Garfield) e Ruth (Keira Knightley) passam a infância em Hailsham, na Inglaterra, um aparentemente idílico colégio interno onde descobrem um segredo sombrio e assustador sobre seu futuro. Ao deixarem a proteção da escola para trás e se aproximarem cada vez mais do terrível destino que os aguarda quando se tornarem adultos, eles terão de lidar com sentimentos profundos de amor, ciúme e traição que ameaçam separá-los.

Crítica: a trama aborda um tema difícil: a brevidade da vida. Instituições inglesas que criariam crinças órfãs, garantindo-lhe uma vida saudável, até que aos 18 anos sejam encaminhadas para doar seus órgãos.

Apesar de tratar com certa sensibilidade o assunto, sempre carregado de muito suspense, a história se arrasta lenta demais e parece não ir a lugar algum. Se a intenção era questionar sobre o que é certo ou errado e o é válido para salvar vidas, o objetivo não foi alcançado com sucesso. O roteiro e a direção poderiam ter sido mais incisivos e objetivos.

Ao vermos o desenrolar da trama, esperamos mais e não acontece. As melhores atuações são de Carey Mulligan e Tommy Andrew Garfield, mas nada excepcional. E. dessa vez, Keira Knightley decepciona. Já Charlotte Rampling convence com diretora da instituição.

A trilha sonora é bela, porém as narrações em off são excessivas.

Enfim, um filme que promete muito mais do que vem a ser. Não foi uma feliz adaptação da obra literária.


Avaliação
: **

Read more...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Entrando numa Fria Maior Ainda com Família

Título original: Little Fockers
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: Comédia
Duração: 98 min
Direção: Paul Weitz
Elenco: Robert De Niro, Ben Stiller, Teri Polo, Jessica Alba, Laura Dern, Owen Wilson, Dustin Hoffman, Raven-Symoné, Barbra Streisand, Blythe Danner e Thomas Robinson.

Sinopse: Pam (Teri Polo) e Greg (Ben Stiller) vivem felizes e um já conhece bem a família do outro. Mas não foi o suficiente. No aniversário dos gêmeos, Greg tem que provar ao sogro linha-dura, Jack (Robert De Niro), que ele é capaz de assumir a chefia desta família. E este momento põe Greg numa enrascada: ou ele prova para todos que vai assumir o lugar de Jack e conduzir a família ou quebra o círculo de confiança para sempre.

Crítica: apesar de ser o terceiro filme da série, o sucesso continua. A dupla Robert De Niro e Bem Stiller está em sintonia perfeita.
Os diálogos são inteligentes, os jogos de palavras bem feitos e as circunstâncias engraçadas. Aliada a tudo isso, uma trilha sonora perfeita e uma criatividade aguçada.
Uma história divertida para toda a família que rende boas risadas e, ainda, fluidos positivos.

Avaliação: ***

Read more...

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Além da Vida

Título original: HereAfter
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: suspense
Duração: 129 min
Direção: Clint Eastwood
Elenco: Matt Damon, Cécile De France, Frankie e George McLaren, Bryce Dallas Howard, Jay Mohr, Richard Kind, Steve Schirripa, Lyndsey Marshal, Mylène Jampanoï, Marthe Keller, Niamh Cusack, Nikki Harrup, Thierry Neuvic, Annette Georgiou, Kelli Shane e Charlie Holliday.

Sinopse: conta a história de três pessoas que são perseguidas pela mortalidade em formas diferentes. Matt Damon é George, médium que não deseja mais participar de intervenções entre os dois mundos. Do outro lado do mundo, Marie (Cécile de France), é uma jornalista francesa que passou por uma experiência de quase-morte no tsunami ocorrido na ásia, em 2004, e teve sua realidade abalada. E quando Marcus (Frankie/George McLaren), garoto Londrino, perde seu irmão gêmeo, a pessoa mais próxima de si, ele precisa desesperadamente de respostas. Cada um percorrerá um caminho em busca da verdade, suas vidas irão se cruzar, para sempre transformadas por aquilo que eles acreditam que deve existir na vida após a morte.
Crítica: Clint Eastwood é um diretor de muitas histórias e personagens, mas, dessa vez, o trabalho deixou a desejar.
Na técnica, efeitos, cenários e trilha sonora, a produção e direção são indiscutivelmente excelentes. Mas os temas – vida após a morte e ‘mediunidade’ – por serem bem delicados, dividem opiniões.
Três histórias paralelas transcorrem em diferentes circunstâncias e lugares, porém remetendo à mesma dúvida. As atuações são boas (destaque para Matt Damon, Frankie e George Mclarem que vivem os gêmeos e Lyndsey Marshall, mãe dos gêmeos).
Falta consistência, força e convencimento para quem acredita que esta vida é apenas uma passagem. E, ao mesmo tempo, o tema pode não ser tão atrativo para quem é cético com relação a isso.
O final também decepciona um pouco. Ainda assim, nem tudo está perdido. Sendo uma obra de Eastwood, vale a pena arriscar.

Curiosidade: o roteiro foi escrito por Peter Morgan, indicado ao Oscar duas vezes com 'Frost/Nixon' e 'A Rainha'.

Avaliação: ***

Read more...

O Primeiro que Disse

Título original: Mine Vaganti
País: Itália
Ano: 2010
Gênero: Comédia
Duração: 110 min
Direção: Ferzan Ozpetek
Elenco: Ricardo Scamarcio, Alessandro Preziosi e Ennio Fantastichini.

Sinopse: Tommaso (Ricardo Scamarcio), filho da rica família italiana dos Cantone, volta para casa, durante a celebração da promoção do irmão Antônio (alessandro Preziosi) na fábrica onde trabalha. Tommaso decide, então, aproveitar a ocasião para revelar sua homossexualidade. Quando está prestes a abrir a boca, porém, é interrompido pelo irmão, que revela ser gay. Com raiva por saber que seu primogênito, e futuro sucessor, não gosta de mulheres, Vincenzo (Ennio Fantastichini) coloca o filho para fora de casa, jurando nunca mais querer vê-lo. Diante da situação e de uma família perplexa, a gerência da fábrica cai nas mãos de Tommaso, que tinha planos bem diferentes em mente. Ele sente falta de seu namorado e sua vida em Roma, mas como contar a verdade para sua família? É justamente neste momento que seus amigos de Roma decidem lhe fazer uma visitinha.

Crítica: uma comédia para toda a família. Cenas e situações engraçadas na medida certa abordam com leveza e maturidade o homossexualismo, a homofobia, o adultério, a hipocrisia, o alcoolismo, enfim, as relações humanas e a vida.
A direção é segura, as atuações são satisfatórias, a fotografia é bela e o final deixa um bom recado para todos.

Avaliação: ***

Read more...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Fora-da-Lei

Título original: Hors-la-Loi
País: França/Argélia/Bélgica
Ano: 2010
Gênero: Ação
Duração: 138 min
Direção: Rachid Bouchareb
Elenco: Jamel Debbouze, Roschdy Zem, Sami Bouajila e Chafia Boudraa.

Sinopse: depois de perder a casa da sua família na Argélia, três irmãos e sua mãe perambulam pelo mundo. Messaud se junta ao exército francês na Indochina; Abdelkader se torna líder do movimento de independência da Argélia na França; e Said se muda para Paris para fazer sua fortuna nos clubes sombrios e nas lutas de boxe de Pigalle. Gradualmente, o destino os reúne em Paris, onde a liberdade é uma batalha a ser lutada e vencida.
Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

domingo, 2 de janeiro de 2011

O Bom Coração

Título original: The Good Heart
País: Alemanha/EUA/França
Ano: 2009
Gênero: Drama
Duração: 95 min
Direção: Dagur Kári
Elenco: Brian Cox, Paul Dano e Isild Le Besco.

Sinopse: Jacques (Brian Cox) é dono de um bar em Nova York, frequentado por alcoólatras. No hospital, ele ensina ao jovem Lucas (Paul Dano), um mendigo, as regras estritas do clube, para que o garoto se torne seu sucessor.

Crítica: a trama fala sobre a intolerância e a solidariedade entre dois homens e o surgimento de uma forte amizade.
Uma história comovente, com atuações excelentes de Brian Cox e Paul Dano. Os diálogos são ótimos e a forma como a relação entre os dois é conduzida é bem inteligente.
Apesar de ter um final um pouco previsível, o longa merece ser visto e recomendado.

Avaliação: ****

Read more...

Tetro

Título original: Tetro
País: EUA/Argentina
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 127 min
Direção: Francis Coppola
Elenco: Vincent Gallo, Alden Ehrenreich, Maribel Verdú e Carmen Maura.
Sinopse: o ingênuo Bennie (Alden Ehreinreich), de 17 anos, chega a Buenos Aires devido a um problema no navio onde trabalha. Ele aproveita o ocorrido para encontrar seu irmão mais velho, Angelo (Vincent Gallo), que resolveu tirar um ano sabático e nunca mais entrou em contato com a família. Bennie consegue encontrá-lo, mas Angelo não é mais a mesma pessoa. Ele abandonou seu nome de batismo e agora atende apenas por Tetro, tendo se tornado uma pessoa de temperamento difícil e que esconde seu passado. Entretanto, o período em que Bennie vive com ele e sua namorada Miranda (Maribel Verdú) faz com que relembre experiências do passado.

Curiosidade: Francis Ford Coppola decidiu rodar Tetro da mesma forma que O Selvagem da Motocicleta (1983), em preto e branco, por acreditar que os filmes possuem uma “conexão espiritual”.
Inicialmente seria Javier Bardem o intérprete de Alone, tutor de Tetro. Entretanto, ao revisar o roteiro Francis Ford Coppola chegou à conclusão de que o relacionamento entre os personagens teria maior apelo caso fosse entre um homem e uma mulher, ao invés de dois homens. Assim, Bardem deixou o elenco e em seu lugar foi contratada Carmen Maura.

Crítica: um dos melhores longa-metragens de Coppola: boa direção, roteiro eficiente e atuações maestrais.
A cinematografia em preto e branco mostra o presente do protagonista (um poeta melancólico) e sua família. As poucas cenas coloridas são o passado, ainda bem presente em suas lembranças.
O encontro entre os irmãos desvendará muitos mistérios. A trama, realmente, envolve o espectador do início ao final. O único pecado do diretor foi ter esticado o filme um pouco além do necessário. Mesmo assim, é imperdível!

Avaliação: ****

Read more...

Trabalho Sujo

Título original: Sunshine Cleaning
País: EUA
Ano: 2008
Gênero: Drama
Duração: 91 min
Direção: Christine Jeffs
Elenco: Amy Adams, Emily Blunt, Alan Arkin, Steve Zahn, Mary Lynn Rajskub, Eric Christian Olsen e Clifton Collins Jr.

Sinopse: Rose Lorkowski (Amy Adams), uma ex-líder de torcida e agora diarista trintona luta por uma vida melhor para ela e seu excêntrico filho de oito anos, Oscar Jason Spevack. Sua irmã mais nova, Norah Emily Blunt, ainda mora com o pai delas, Joe Allan Arkin, que tenta o mais recente de uma longa lista de estratagemas para enriquecer rapidamente. Quando Rose fica sabendo a respeito da alta soma que pode ser ganha com a limpeza de cenas de crime e com a remoção de lixo tóxico, ela e Norah se unem para criar sua própria empresa – Sunshine Cleaning.

Crítica: a história, por ser inusitada e baseada em fatos reais, já conta pontos à frente. Mas não teria tido o excelente resultado sem uma direção eficaz, um roteiro bem desenvolvido e atuações profissionais.
Ao término da sessão, fica uma sensação boa de não querer sair da cadeira. Simples e comovente.

Curiosidade: o filme é baseado em uma história real narrada no programa de rádio “All Things Considered”, em 2001, no qual duas amigas que viviam no subúrbio de Seatlle abriram um negócio de remoção de lixo biológico.
As filmagens aconteceram na cidade de Albuquerque, no Novo México.

Avaliação: ****

Read more...

O Concerto

Título original: Le Concert
País: França/Itália/Rússia
Ano: 2009
Gênero: Drama
Duração: 119 min
Direção: Radu Mihaileanu
Elenco: leksey Guskov, Dmitri Nazarov, Mélanie Laurent, François Berléand, Miou-Miou, Valeriy Barinov, Lionel Abelanski e Laurent Bateau.

Sinopse: Andrei Filipov (Aleksey Guskov) era o maestro da orquestra de Bolshoi, renomado e respeitado, mas perdeu o posto depois de recusar separar-se de seus músicos, todos de origem judaica. Anos após a demissão, Andrei continua na Bolshoi, mas não à frente da orquestra. Agora, ele é encarregado da limpeza. Em uma das noites de trabalho, limpando a sala do chefe polonês, Andrei recebe um fax, convidando a orquestra Bolshoi para tocar no Teatro du Châtelet, em Paris. A partir de então, ele tem uma ideia com ares de vingança: chamar todos os amigos que tocavam com ele à época em que era maestro e ir a Paris para uma apresentação.
Crítica: uma história cativante, um elenco em sintonia e uma trilha sonora magnífica (Tchaikovsky) comovente em diversas cenas.
Na essência, é um drama, mas revestido por uma comédia estereotipada (sem ofensas) que torna o enredo mais leve. De forma simples, o filme consegue ser ao mesmo tempo grandioso.

Avaliação: ***

Read more...

Abutres

Título original: Carancho
País: Argentina/Chile/França
Ano: 2010
Gênero: Drama, policial
Duração: 107 min
Direção: Pablo Trapero
Elenco: Ricardo Darín, Martina Gusman, Carlos Weber, José Luis Arias, Loren Acuña, Gabriel Almirón e José Manuel Espeche.

Sinopse: um advogado (Ricardo Darín), especialista em lucrar com o mercado de indenizações de vítimas de trânsito, passa a repensar seu trabalho quando se apaixona por uma jovem médica que cuida dos feridos em acidentes.

Crítica: este é, com certeza, o melhor filme de Pablo Trapero, um promissor produtor, editor e diretor argentino.
Extremamente crítico, o filme tem um cenário escuro que passa exatamente a pressão e o caos em que seus personagens vivem.
Um roteiro inteligente, com cenas fortes e violentas, diálogos sarcásticos e interpretações excelentes. O final surpreende.
Curiosidade: o filme concorrerá ao Oscar em 2011.

Avaliação: ****

Read more...

Film-Socialisme

Título original: Film-Socialisme
País: Suíça/França
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 101 min
Direção: Jean-Luc Godard
Elenco: Catherine Tanvier, Christian Sinniger, Jean-Marc Stehlé, Patti Smith, Alain Badiou, Nadège Beausson-Diagne, Élisabeth Vitali, Eye Haidara e Quentin Grosset.

Sinopse: num cruzeiro pelo mar Mediterrâneo, com personalidades como o filósofo francês Alain Badiou e a cantora americana Patti Smith a bordo, passageiros discutem sobre história, dinheiro e geometria. Longe dali, a família Martin, que mora num posto de gasolina, recebe a visita de uma jornalista e sua cinegrafista. As duas passam o dia à espera de uma entrevista com os pais, enquanto as crianças exigem deles explicações sobre liberdade, igualdade e fraternidade.

Crítica: histórias paralelas, com diferentes personagens e situações que discutem a queda das ideologias de esquerda nos tempos atuais.
Uma abordagem madura e profunda. Vale a pena ver.

Avaliação: ****

Read more...

Os Enrolados

Título original: Tangled
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: Animação
Duração: 90 min
Direção: Nathan Greno
Elenco: vozes de: Mandy Moore e Zachary Levi.

Sinopse: comédia de animação musical sobre uma menina com mágicos cabelos dourados de mais de 21 metros de comprimento. Rapunzel, a princesa que foi raptada do castelo de seus pais quando bebê, é mantida presa em uma torre e sonha com aventuras. Agora uma adolescente determinada e criativa, ela realiza uma fuga de arrepiar os cabelos com ajuda de um ousado bandido. Com o segredo de sua linhagem pesando na balança e seu captor em seu encalço, Rapunzel e seu amigo encontram aventura, emoção, humor e cabelos… muitos cabelos. Versão dos Estúdios Disney do conto infantil Rapunzel. Com exibição em 3D.

Crítica:
Avaliação: a conferir

Read more...

O Ciúme Mora ao Lado

Título original: Haarautuvan rakkauden talo
País: Finlândia
Ano: 2010
Gênero: Comédia dramática
Duração: 102 min
Direção: Mika Kaurismäki
Elenco: Hannu-Pekka Björkman, Elina Knihtilä e Antti Reini.

Sinopse: o terapeuta familiar Juhani (Hannu-Pekka Björkman) e sua mulher Tuula (Elina Knihtilä) decidem se divorciar de maneira amigável e mudar para endereços diferentes. Mas quando Tuula leva um homem para a casa, Juhani vinga-se contratando uma prostituta a fim de fingir ser sua namorada.

Curiosidade
: do mesmo diretor de ‘3 Homens e Uma Noite Fria’.

Crítica:
o filme tenta ser engraçado, mas acaba tornando-se apelativo na maior parte das cenas e diálogos, salvando-se uma ou outra sequência. A fórmula “besteirol” não agrada.

Tudo é bastante superficial e novelesco, o que é piorado pela interpretação dos atores que, devido à direção do filme, nem podem ser julgados aqui.

A trama é longa e desinteressante.

Um passatempo e, ainda, para quem for bem pouco exigente.


Avaliação
: **


Read more...

sábado, 1 de janeiro de 2011

Dois Irmãos

Título original: Dos Hermanos
País: Argentina
Ano: 2010
Gênero: Drama
Duração: 105 min
Direção: Daniel Burman
Elenco: Graciela Borges, Antonio Gasalla, Rita Cortese, Elena Lucena e Omar Núñez.

Sinopse: Susana (Graciela Borges) é egocêntrica e valoriza o próprio sucesso acima de tudo. Por esse motivo, deixou exclusivamente a cargo do irmão Marcos (Antonio Gasalla) a tarefa de cuidar da mãe. Quando esta morre, Marcos se vê solteiro aos 64 anos e sem grandes realizações profissionais. Ao ser expulso por Susana do apartamento onde sempre morou com a mãe e obrigado a sair de Buenos Aires, vai buscar asilo em um resort no Uruguai. Lá, ingressa em um grupo de teatro, desenvolve amizades e recupera a vontade de viver. Mas as notícias de seu progresso desagradam a irmã.

Curiosidade: mesmo diretor de "O Abraço Partido" (2003) e "As Leis de Família" (2006).

Crítica: a trama aborda, de forma simples e comovente, a relação entre dois irmãos e a dificuldade em aceitar as diferenças e enfrentar os preconceitos.
Os diálogos são mordazes e as atuações são marcantes. Mas algumas sequências ficaram soltas no filme, podendo ter sido retiradas.
Tem uma bela mensagem ao final, apesar de ter faltado um pouco de objetividade à história.

Avaliação: ***

Read more...

Machete

Título original: Machete
País: EUA
Ano: 2010
Gênero: Ação
Duração: 105 min
Direção: Robert Rodriguez e Ethan Maniquis
Elenco: Robert De Niro, Danny Trejo, Jessica Alba, Michelle Rodriguez, Steven Seagal, Lindsay Lohan, Cheech Marin e Don Johnson.

Sinopse: “Machete” aborda a questão dos imigrantes sob o ponto de vista econômico do tráfico de drogas, abusando da estética setentista, dos clichês dos filmes de ação B e da ultraviolência, e sangue, muito sangue.
As sequências de ação divertem com situações absurdas. A relação dele com o irmão, que é um padre fora dos padrões, causa muitas gargalhadas. Ele filma as confissões e armazena marijuana e armas em seu templo. O elenco é irreverente propositalmente. Com Danny Trejo – que teve problemas com drogas no passado –, Lindsay Lohan – que não sai das primeiras páginas nos sites de fofocas, pelos seus problemas com drogas –, Seagal – que já foi preso – e Michelle Rodriguez – também vive no xilindró por conta de seu temperamento difícil.
Robert DeNiro é o senador que se finge de texano e é contra a imigração, em sua campanha utiliza frases de efeito como “I want you to speak english”. Lindsay Lohan interpreta ‘ela mesma’, com cenas de nudez e embriaguez. Seagal é a ‘porta’ que todos nós conhecemos, mas uma lendária ‘porta’; o vilão da história. Michelle Rodriguez e Jessica Alba são She e Sartana, a primeira é uma guerrilheira que ajuda os imigrantes a se estabelecerem nos EUA e a segunda é uma agente de imigração. Duas figuras antagônicas, mas que agem na mesma direção a fim de ajudar Machete.
O longa pode divertir e entreter quem gosta de comédia trash. É um prato cheio.

Avaliação: **

Read more...

Bilheterias Brasil - TOP 10

Seguidores

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP